Deus fez tudo certinho

Talvez, Deus use uma régua e um compasso. Algo que Lhe mostra que as coisas vão se encaixar. Ou um relógio do tempo, que lhe denuncia a hora exata dos encontros que vamos ter no decorrer da vida.

Por várias vezes, questiono se Deus é um físico, matemático ou, apenas, um poeta apaixonado pelos romances impossíveis. Fico de cá, imaginando Ele de lá, chateado com a nossa bagunça ao encontrar os amores e deixando-os passar.

Por muitas vezes, sonhei com Deus dançando em casamentos celebrando o amor, abrindo um vinho por mais um recém-nascido, comemorando o milagre da vida e dando muxoxos quando alguém prega o ódio em Seu nome, resmungando ‘esse babaca não entendeu foi nada.’.  – será que Deus falaria ‘babaca’ ?!

Deus deve achar engraçado demais nossas confusões, indecisões e incertezas. Deve ficar de lá mandando chuvas de sinais para nos mostrar o caminho enquanto nós, cegos de vaidade, desapercebemos o óbvio.

Não sei se para Deus somos comédia romântica, suspense ou drama. Será que eu teria paciência de assistir a minha própria vida com tanta dedicação, assim como Ele nos assiste?

Em Sua onisciência, onipresença e onipotência, penso que, talvez, apertando um botão, Ele resolveria tudo. Nossas angústias, medos e realizaria todos os nossos desejos. Sentado numa cadeira, típica das lojas de games, adicionando alguns reais para jogar mais meia hora.

captura-de-tela-2016-03-18-acc80s-23-14-38

É impossível prever o que Deus nos preparou. Mas, é indiscutível a Sua força através da nossa fé. O que a fé move e a energia que rege tudo isso.

É incrível saber que as lágrimas não escorrem pelo rosto em direção a boca por acaso. Que o sorriso depois da tempestade é a resposta. É maravilhoso que, mesmo diante do caos, ainda temos a esperança. E com tanto barulho, bobagem dita, repetida e espalhada em nome de Deus, Ele continua fiel aos Seus princípios e focado na Sua maior e mais forte das leis: A lei do amor.

Quem sabe seja esse o segredo de Deus. Seja essa a Sua régua e compasso ou o Seu relógio do tempo: Descarregar sinais de amor sobre nós. Para que, de alguma forma, sejamos tocados e encantados por esse sentimento que nos revela tanto de nós, e nos revela tanto para o outro.

Como dizia minha vó, Deus faz tudo certinho. E com muito amor.

edgard

Anúncios

Arrisque, mude e se aprofunde

Certa vez, em uma das minhas madrugadas de insônia, lendo o livro Toda Luz Que Não Podemos Ver, de Anthony Doerr, uma certa passagem me chamou a atenção: “Abram os olhos e vejam o máximo que puderem antes que eles se fechem para sempre”. Tal passagem me fez pausar a leitura e refletir sobre coisas que deixamos de fazer por medo de arriscar; lugares que deixamos de ir por comodismo; e o pouco interesse pelo conhecimento profundo.

Nos deparamos muitas vezes com situações em que a vida nos cobra uma atitude, ou uma tomada decisão que aparece no caminho que é fundamental para o nosso crescimento. No entanto, por medo de arriscar, ficamos parados vendo as oportunidades passando, perdendo experiências que poderiam fazer parte de nós. Eu sei que a vida frequentemente nos cobra uma carga muito pesada, e que o risco representa uma incerteza em meio a tantas que vivemos. Sei também que algumas vezes o medo nos livra de consequências desagradáveis. Por isso devemos arriscar em coisas que realmente valerão a pena, e as quais você sabe que não terão consequências tão destrutivas num eventual erro. Assim devemos ir além, nos pôr à prova. Se errarmos, os erros nos fortalecerão.

Muitas dessas decisões são voltadas às mudanças – neste caso me refiro às mudanças de lugares, apesar de que qualquer mudança soa estranho ao ser humano. Tendemos a nos acomodar em algum canto, onde a famosa zona de conforta faz sua morada. Dependendo do seu objetivo de vida, é válido passar a vida inteira em um mesmo local, mas penso que o nosso viver é curto demais, e Deus fez lugares extraordinários para que pudéssemos desfrutar. Não somente em uma viajem de uma semana, ou um mês; temos que nos aprofundar em cada peculiaridade do mundo afora. Então, penso que se tivermos oportunidades de mudança, dependendo das circunstâncias, devemos ir e nos aventurar por aí.

captura-de-tela-2016-03-18-acc80s-23-14-38

É importante adquirir experiências novas e conhecer outras culturas, obter um conhecimento específico de cada coisa. Hoje vivemos em uma época em que as informações andam tão rápidas que estamos nos tornando superficiais, na intenção de abarcar tudo de uma vez. Em outras palavras, deixamos de nos aprofundar em coisas que nos é essencial quando buscamos saber somente um pouco de tudo. Quando o autor escreve “vejam o máximo que puderem…”, se refere à busca pela aprendizagem, no qual passamos a dominar cada objeto/conteúdo de nossa curiosidade.

O conhecimento abre portas para uma vida rica e edificante. Mergulhar neste mar é ampliar nossa visão de mundo e adquirir o autoconhecimento; é abrir os olhos para a realidade; é conversar com o passado através dos livros. Mas temos de mergulhar mesmo, não só passear pelo raso. Apenas “passar o olho” é uma forma de se acomodar que deve ser evitada.

Então, com essa imprevisibilidade da vida, temos que ter em que mente que cada segundo é uma chance de desfrutar este presente que é viver. Arriscar, mudar e se aprofundar é o que nos permite crescer e tomar um lugar nessa grande peça. Isto nos move, fazendo com que deixemos nossa marca. Assim, quando fecharmos olhos, teremos a sensação de que vimos o máximo que a vida nos mostrou.

jhonatan

A paz do seu amor

Nossa noite foi quente e longa. Embolamos os lençóis e sussurramos sacanagem. Nos beijamos com urgência e tateamos nossa carne com vigor. Deixamos os corpos ruírem em exaustão e adormecemos entrelaçados. Acordei mais cedo e fiquei te olhando dormir. Imaginei quais fantasias alimentavam os sonhos daquela manhã. Será que você voava, navegava ou caminhava num campo de lavanda? Será que dançava, comia ou corria uma maratona? Será que me beijava? Observei seus olhos cerrados, sua bochecha rosada e o nariz de ponta fina. Senti sua respiração serena o perfume que sua pele exalava. Te olhando adormecido pensei “Aqui descansa minha paz”.

Paz. É isso que você me transmite. O silêncio do seu repouso ali, tranquilo e equilibrado, traduziu o que você fez com a minha vida. Você chegou e transformou tempestade em calmaria. Converteu o caos em sossego e me fez ver que a beleza dos detalhes está na no tempo que dedicamos à observação. Às vezes o que está mais perto dos nossos olhos é o que a gente não consegue enxergar e você me ensinou a parar, sentir, ouvir, notar, tocar, reconhecer, descobrir, compreender. Você aguçou meus sentidos e me fez viver a vida de maneira ímpar e plena.

Te assisto dormir e imagino que há algum medo que ainda aflija seu coração, se existe algum temor que te faça fraquejar, se tem algum fantasma assombrando as nuances da sua alma. Acredite, se houvesse, eu lhe cobriria com todo o amor que carrego dentro de mim e lhe protegeria de qualquer mal. Lhe abrigo sob as minhas asas e lhe guardo dos fantasmas e demônios que vez ou outra atormentam o juízo da gente. Eu faria qualquer coisa para tirar de você cada dor ou decepção. Para você oferto apenas o que é encantador.

Presencio sua quietude e ouço seu coração bater, tão forte, potente, robusto, mas ao mesmo tempo tão doce, calmo, pacífico. Seu corpo relaxa sobre a minha cama e desejo que esse mágico momento se eternize na retina dos meus olhos cansados. Cobiço a imortalidade de um amor que só faz crescer e acariciar. De repente seus olhos se abrem e um sorriso nasce no seu semblante manso. Uma lágrima escorre pelo meu rosto e você a recolhe com as costas da mão. Seus braços me envolver num abraço apertado e eu apenas agradeço a paz que encontrei para viver. Você.

MONIKAJORDAO

A rotina da paz

Ela só quer paz. Quer uma rotina, mas nada que seja cansativo. Uma rotina na qual ela se sinta liberta. Quer chegar do trabalho e só fazer sua própria comida se realmente estiver com fome. Caso contrário, ela quer colocar suas melhores músicas, tomar seu bom vinho e olhar pela janela pensando na vida, no final de uma tarde fria.Ela quer deitar no colo de seu amado nas tardes de domingo, fazer graças juntos, assistir a filmes, comer brigadeiro, ouvir músicas e logo depois de uma boa sacanagem, dormir de conchinha, aconchegada nos braços dele.

Mas se não tiver um amado, sem problemas, as tardes de domingo virarão dias de uma boa cerveja com os amigos, em um rancho ou praia. Na casa deles ou na dela. Ela não se importa, só quer uma boa companhia, boas risadas, boas bebidas e boas comidas, seja em qual sentido entender.

Ela quer dar banho em seu cachorro e logo depois sair para passear com ele. Quer chegar na casa e encontrar tudo limpinho e se orgulhar de que ela mesma deixou assim. Quer não fazer nada o resto da noite e lembrar que no dia seguinte deve manter a sua vida pessoal longe da profissional.

Quer ter inspiração para escrever suas crônicas, contos e dilemas da vida. Quer não se importar com estética e ser mais coração e alma. Isso sim é o mais importante para ela.

Ela sonha com seu futuro, faz planos e almeja realizar desejos. Mas o que ela mais se importa é com sua alma tranquila e seu coração cheio de amor. Ela só quer paz em uma rotina incansável!

gabi

Mente tranquila e coração em paz…

Gostei como nunca tinha gostado me entreguei como nunca tinha me entregado. O término não pôs fim no meu sentimento e achei que esse fim não chegaria tão cedo. Não fugi. Fui aprendendo a viver sem você e a conviver com um sentimento inacabado que em mim fez morada. Mas a vida, como de costume, me pregou uma peça. Eu tinha me enganado. Bastou te ver para perceber que o sentimento já tinha arrumado a mala e partido para bem longe da tal morada. Tinha deixado a casa vazia e totalmente arrumada. Tudo no seu devido lugar. Tudo na mais perfeita ordem. E pude então, finalmente, sentir-me para não desperdiçar nenhuma chance de felicidade. Finalmente pude perceber que não tinha mais um pé no passado, porque agora, definitivamente, os meus dois pés estavam atracados no presente. Sem medo. Sem preocupação. Sem lembranças que me impediriam de alguma forma a arriscar novamente. Agora o que se faz presente em mim é uma vontade imensa de abrir os braços para o mundo e voar. É… O mesmo sentimento que me fez detenta durante algum tempo me deu também a liberdade que alguém pode ter: a mente tranquila e o coração em paz.

IMG_6866