Sempre que idealizei você era algo duradouro e eterno. Sei lá, pequeno, me contaram que amor assim não morre nunca, sabe como? Quando fechava meus olhos castanhos e imaginava esse futuro, era algo longo e para sempre. Até assustava, sabe? Assolava um pouco e ainda causa uma pequena ansiedade boba, como se eu entrasse em […]

Lembro como você gostava de fotografias e as fotos mais bonitas que tenho são aquelas que, secretamente, você tirou de mim. Vou te confessar que eu disfarçava bem, mas sempre soube que estava sendo fotografada por esses teus olhos de leão. Ou, vai ver, você quem fingia crer que eu não te absorvia da mesma […]

Acordei incompleta. Sei lá, algo destoava desse céu azul bonito que amanheceu. Dentro de mim parecia que cairia uma tempestade a qualquer hora. Eu não entendia o vazio que me assolou logo que abri os olhos, eu não entendia a chuva que ameaçava cair, eu não entendia porque o azul do céu parecia ainda mais […]

Nesses dias de silêncios muitos e distância maior ainda, não enlouqueço. Sinto como se estivesse anestesiada, imune a você. Penso com frequência, mas é algo tão nas beiradas, tão imaginário que, por uns minutos muitos, a imagem fica nadando entre o real e o abstrato, até que deixo de acreditar e passo a crer que […]

Eu decidi matar você dentro de mim. Foi de uma hora para outra, mas resultado de meses de acúmulos de tristezas e frustrações. Não me pareceu certo ficar me corroendo desse jeito, sabe? Eu alimentava algo que me machucava um tanto. Já disse tantas outras vezes: amar você… dói. E se eu sei que dói, […]

Não sei lidar com ausências e distâncias. Sou boa em camuflar a rotina, mas sempre tem alguma coisa que fica cutucando. Tem dias que cutuca demais e fica impossível ignorar – hoje é um deles. Eu estou sentada na mesinha do computador, olhando para o parquinho que construíram em frente a minha janela. Ainda pouco […]

— Hei, garota, me explica uma coisa? Onde foi que te perdi? — Lembra aquele dia que fui embora? Depois de muita lágrima rolar, de muita palavra escapar, eu saí porta afora e ali, então, já era. — Lembro disso, claro que lembro. Cada pedaço daquela despedida ainda pulsa na minha retina, sempre que fecho […]