A gente já deu certo

Sim, a gente já deu certo. Desde aquele nosso primeiro beijo com um pouco de vergonha da minha parte. Desde aquele nosso primeiro “perdido” de 20 minutos que durou 3 horas. Desde aquela primeira transa intensa no primeiro dia que nos conhecemos. Desde aquela primeira conversa sobre nossas vidas e de como você logo percebeu o quanto eu gostei de tu.

A gente já deu certo pelo fato de não esperarmos o tempo passar para dizer o que sentimentos. A gente só foi deixando o sentimento falar e quanto mais eles falavam, mais a gente obedecia. E assim, em tão pouco tempo nos tornamos um só.

Um só com as mesmas sintonias, mesmas manias, mesmos assuntos, mesmas malícias e carícias.

A gente já deu certo, pois não nos vemos um sem o outro mais. E por mais que às vezes brigamos, em algumas horas já estamos grudados novamente.

A gente já deu certo, porquê por mais distância que exista entre nós, ainda sim nos fazemos perto. Ainda sim nos amamos como se morássemos na mesma casa.

E quando finalmente morarmos na mesma casa, eu direi: a gente realmente deu certo!

Ah, a sintonia…

Como descrever a maravilha que é a sintonia entre duas pessoas? Como por no papel algo tão intenso e verdadeiro?

Não precisamos dar nome aos bois. Não precisamos estar namorando pra sentir isso. Não precisamos nem estar apaixonados pra encontrar alguém que fala a mesma língua que você. Que tem a intensidade que você tem. Que é tão 8 ou 80 quanto você.

Quando você encontra alguém na mesma sintonia, a conversa flui naturalmente, a companhia é uma das melhores, senão a melhor, a intimidade é grande, a admiração é indescritível, a alegria de estar ao lado da pessoa é transparente, e mesmo que se conheçam a pouco, esse sentimento transforma horas, em anos.

Assim podemos sentir isso ao longo de anos com uma pessoa, ao longo de meses ou ao longo de horas. E nem é de afinidade que estou falando. Nem de coisas em comum. É algo muito mais profundo do que essas simples coisas. É algo que vem de dentro.

Você sente que aquela pessoa nasceu pra entrar na sua vida de alguma forma. E não importa de que forma. Não importa o que ela vai ser. Se vai ser amigo, ficante, namorado, crush, best friend. Não, não importa. Você só quer manter aquela pessoa na sua vida até seu último suspiro.

Acreditem em mim, quem tem uma pessoa com uma sintonia forte, intensa e rara, tem que manter ela por perto de alguma forma.

Até onde esse sentimento os levará, isso só o tempo pode dizer!

Eu te amo, mas estou muito melhor sem você

Quando estamos cegamente apaixonado, nem percebemos o quanto nossa vida muda ao lado da pessoa. Muitas vezes a gente deixa de ser quem é. O que é natural, pois nossas prioridades mudam, nossos planos, sonhos e metas.
Hoje posso enxergar tudo isso, mas era impossível de ver quando estávamos juntos. Pois eu me sentia tão bem, que aquilo pra mim era o melhor que eu poderia ser.
Mas eu me enganei. Hoje vejo o quanto sou melhor sem você.
Já se passaram meses e eu sempre me pego pensando em ti e pensando em como seria bom te ter de volta. Só que tudo isso é coisa de momento. Pois paro pra analisar tudo que passamos e tudo que fui naquela época, nas coisas que deixei de fazer por você, nos sacrifícios que fiz só pra não te magoar, nas palavras que tive que engolir a seco pra não começar uma briga e no quanto eu só sabia pensar em você. Não existia mais nada e nem ninguém no meu mundo, somente você. E vendo isso hoje, me sinto muito incomodada com minha maneira de ser quando estava contigo.
Hoje em dia só penso em mim e nos meus próprios problemas. Penso nos meus estudos e minha carreira. Penso nas minhas festas e baladas. Penso nos meus amigos e familiares. Todas as pessoas que penso estão de alguma forma ligadas somente a mim.  Não existe seus problemas mais. Não existe seus amigos, sua família, suas festas, seus planos futuros.
Tudo que está presente em minha vida agora sou eu mesma. E meu bem, isso é a melhor coisa que já me aconteceu. Pois, enxergar o quanto você me fez bem, mas também reconhecer todo o lado bom de ter te perdido, faz me sentir privilegiada.
Antes eu era a garota mais feliz do mundo ao seu lado. Hoje eu sou a garota mais feliz do mundo ao meu lado! Obrigada por ter me deixado!

Não, ainda não está tudo bem

Eu poderia muito bem mentir. Dizer que está tudo lindo, perfeito e maravilhoso. Me sair por cima e dizer que foi melhor assim, que você foi ruim pra mim, que estou melhor sem você. Eu poderia também dizer que estou muito feliz, que estou curtindo a minha vida e que você foi meu erro.

Bom, eu poderia dizer mil e uma mentiras aqui pra simplesmente ser orgulhosa e pagar de superior. Mas a verdade é bem mais cruel e dolorosa.

A verdade é que desde que você se foi, de alguma maneira, tudo na minha vida se tornou horrível. Minha vida financeira, minha vida sexual, minha vida amorosa, minha saúde, minha vida dentro de mim mesma. Está tudo desmoronando desde aquele maldito dia. Pode ser coincidência. Pode ser que seja uma daquelas fases que o teto desaba na sua cabeça tudo de uma vez só. Que não espera você nem respirar para a parede também começar a cair.

Ultimamente me vejo num mar cheio de ondas fortes e bravas e eu tentando nadar até a área seca pra ter um pouco mais de fôlego, um pouco mais de calma.

Acontece que nesses dias sombrios assim, você me abraçaria bem apertado e diria “eu estou aqui com você”, faria eu deitar do seu lado e por algumas horas eu esqueceria tudo isso. Esqueceria que o teto está ali na minha cabeça e tudo está cheio de poeira. Você me amaria de um jeito único, que pelo menos em algumas horas eu não me sentiria um lixo de ser humano.

Não, eu não estou dizendo que preciso de você pra sobreviver, pois estou eu aqui, viva, respirando, apesar de tudo. Mas acontece que eu queria você aqui. Eu queria porque apesar de eu ser completa, você me transbordava, você fazia o ruim ficar bom, e nós dois juntos fazíamos o bom ficar ótimo. Eu acredito que não sou melhor sem você e nem pior. Eu sou simplesmente eu e tudo que eu não queria era ser simplesmente eu. Eu quero sempre mais. E você era o meu mais. Eu digo sim de boca cheia, que eu me basto. Mas eu quero mais que me bastar. Entende o que eu digo?

Acontece que nada ainda está bem e você poderia melhorar, poderia ao menos me confortar!

Hoje a saudade falou comigo

Hoje acordei com um aperto no peito e uma lembrança boa sua. Acordei e abracei meu travesseiro. Abracei de verdade. Forte e bem apertado mesmo. Imaginando que era você ali. E por um breve momento eu senti seu cheiro. O cheirinho gostoso depois que você tomava banho e vinha bem quentinho me abraçar por trás enquanto eu lavava a louça da janta. Aquele abraço meio casa que todo mundo deseja ter um dia. Aquele abraço que os braços se envolvem como se fossem cobertas para o coração. Como se não fossem nunca mais largar.

Eu me aconchegava em seu peito enquanto deitávamos e escutava as batidas do seu coração tão calmo, tão sossegado e tão confuso ao mesmo tempo.

A gente ficava ali um tempo, bem quietinhos tentando se esquentar numa noite fria como a de hoje. Você colocava um blues pra tocar e me beijava como se não existisse mais ninguém no mundo, somente nós dois, ali, bem quentinhos e confortáveis.

Você me mostrava coisas engraçadas na internet e a gente ria. Você me mostrava vídeos que gostava e eu adorava ver o quanto você ficava admirado vendo eles tocarem.

Você me beijava de novo e esquecia o celular. Eu esquecia o meu. E nós esquecia o mundo inteiro. Naqueles momentos só existia nós dois, nossos corpos, nossos beijos, nossas mãos entrelaçadas, nossos olhares fascinados um para o outro e nosso grande amor. Amor único que desperdiçamos. Não soubemos usar a nosso favor e deixamos tudo se acabar. E hoje, a dor que senti naquele término, veio em forma de saudade. Hoje a saudade falou comigo e falou muito de você. Ela gritou mais do que falou. Ela bateu mais do que gritou. A saudade veio e o choro saiu. Hoje, realmente, a saudade falou comigo!

Às vezes a vida nos vira do avesso

Sempre tive o costume de me pegar pensando na vida. Vira e mexe estou eu em um lugar qualquer pensando em como minha vida está se saindo no momento. Sei bem apreciar quando vejo que está tudo bem e estou feliz. Saio distribuindo flores até pros vizinhos chatos. Mas meu amigo, o que fazemos quando a vida te vira totalmente do avesso? Você pega pra pensar no quanto sua vida mudou de uma hora pra outra, de um mês para o outro ou de um ano pra cá.

Me sinto perdida, sem saber que rumo minha vida vai tomar. Não consigo fazer nenhum plano para semana que vem porque não sei como vou estar semana que vem. Vou estar na minha cidade ainda? Vou estar empregada? Vou estar apaixonada? Vou estar solteira? Vou estar namorando?

Eu não consigo mais ter as respostas dessas perguntas tão simples da minha própria vida. Tudo que me resta é ficar revivendo os momentos bons que a vida me proporcionou.

Tudo que está me restando agora é acreditar em destino. Acreditar que o que tiver que ser, vai ser. Sempre usei isso como desculpa pra respostas que eu não sabia dar. Mas agora, de verdade, não vejo outra saída. Tenho que acreditar de verdade que o destino vai se encarregar de tudo.

Quando a vida te vira do avesso você não se sente feliz e nem triste. Você está estável e agradece imensamente somente por ter saúde. Não tem nada mais a agradecer e nada a reclamar. Simplesmente senta, cruza os braços e os dedos, torcendo pra que a vida nos vire do lado certo novamente para sentir a felicidade transbordando no coração. Para sentir vontade incontrolável de agradecer aos céus tudo de bom que acontece.

E eu prometo que se a vida me virar do lado certo de novo, não vou esquecer nenhum segundo de agradecer imensamente a Deus!

Ela só está de boa

Hoje ela deitou a cabeça em seu travesseiro e não pensou. Não chorou. Não imaginou. Não fez planos. Apenas se lembrou de tudo que viveu e sorriu. Lembrou de como foi feliz e de como pode ser ainda. Lembrou das risadas e choros. Lembrou também que não guarda mágoa e isso a fez sorrir novamente.

Ela nunca foi dessas de guardar mágoa, mas dessa vez ela percebeu de verdade que o melhor que ela pode fazer é não guardar mágoa. Perdoar e se perdoar.

Ela não está ligando mais pra quem deixa de ficar. Às vezes dói, é claro, mas guarda dentro de si uma esperança enorme do mundo girar. Ela sabe que o mundo gira, parceiro. Mas enquanto não girar, ela só está de boa. Não quer conhecer ninguém e nem deixar que te conheçam. Está com preguiça de ter pessoas novas em sua vida e acabar novamente sofrendo. Não que isso seja o maior problema dela. Não, não é isso. Ela até se conforma com tudo de ruim que acontece com ela e jamais perde o sorriso incrível que tem. Diz pra todo mundo que está tudo bem, mesmo se por um momento a tristeza bateu na porta. Ela sabe que é só um momento ou uma fase. Que tudo passa e tudo vai passar. Coisas ruins acontecem com todo mundo e coisas boas também.

Ela simplesmente deixou de se preocupar com o amanhã ou o ontem. Ela quer viver o agora. Se ela está afim, ela vai dizer e fazer de tudo pra conseguir. Se não está, diz na lata também.

É que ela só está de boa. Não se preocupa muito com o que vão pensar ou falar dela. Afinal, ela nasceu pra ser feliz e não perfeita. Esse sempre vai ser o lema de vida dela!