Leia ao som de Speed Of Sound – Coldplay

Por muitas vezes perdi o sono perguntando a mim mesmo se eu sabia qual caminho havia tomado para minha existência.

Eu não sabia.

Viver, para mim, sempre foi uma forma inconsequente de brincar com fogo. Eu nunca fui uma criança disciplinada, nem um adolescente comportado ou um adulto cuidadoso. Eu não planejei a minha vida e deixei as portas abertas para qualquer coisa que viesse pela frente.

Muita coisa veio. Vivi de tudo um pouco, um pouco demais de tudo. Cometer excessos sempre foi a minha especialidade, afinal. E agora, com um pouquinho a mais de maturidade e juízo na cabeça, finalmente me dei por conta do tamanho da minha sorte. Continuar lendo

Anúncios

Bochechas avermelhadas de quem dormiu de menos, livros ao chão de quem estudou demais. Mais uma vez, ela perdeu a hora do trabalho, e novamente, colocou a culpa no despertador. Ela deparou-se com uma imensa bagunça em seu quarto e se questionou quando vai ter tempo de arrumar tudo aquilo.  – Se eu trouxer o […]

Sempre que me perguntam de ti eu me perco. É difícil falar sobre você sem falar sobre a gente. No meu peito você e eu nos confundimos. É a alquimia perfeita que transforma tudo em “nós”. Os olhares se completam, as mentes se conectam, o abraço fortalece e nossa alma sorri. Eu jamais seria o […]

Injustiça tua ter deixado tanta lembrança por cada canto de nosso apartamento. Malvadeza tua ter deixado teu cheiro adocicado em meu travesseiro sem intenção de ficar. Agora aqui, sozinha, ando sem rumo pela sala e pelos quartos sem teu perfume pra me guiar. Cada cantinho tem tanta história repleta da gente. Cada cômodo, cada espaço, […]