Mente tranquila e coração em paz…

Gostei como nunca tinha gostado me entreguei como nunca tinha me entregado. O término não pôs fim no meu sentimento e achei que esse fim não chegaria tão cedo. Não fugi. Fui aprendendo a viver sem você e a conviver com um sentimento inacabado que em mim fez morada. Mas a vida, como de costume, me pregou uma peça. Eu tinha me enganado. Bastou te ver para perceber que o sentimento já tinha arrumado a mala e partido para bem longe da tal morada. Tinha deixado a casa vazia e totalmente arrumada. Tudo no seu devido lugar. Tudo na mais perfeita ordem. E pude então, finalmente, sentir-me para não desperdiçar nenhuma chance de felicidade. Finalmente pude perceber que não tinha mais um pé no passado, porque agora, definitivamente, os meus dois pés estavam atracados no presente. Sem medo. Sem preocupação. Sem lembranças que me impediriam de alguma forma a arriscar novamente. Agora o que se faz presente em mim é uma vontade imensa de abrir os braços para o mundo e voar. É… O mesmo sentimento que me fez detenta durante algum tempo me deu também a liberdade que alguém pode ter: a mente tranquila e o coração em paz.

IMG_6866

Anúncios

Vai passar, confie em mim e se ame!

Hey, moça linda? Sim, é contigo mesmo. Sim, você é linda. Olha pra mim, me deixa enxugar suas lágrimas com algumas palavras. Eu sei que está doendo, sei disso, mas vai passar, confie em mim. Se ame!
Essa dor aí serve de aprendizado, serve de experiência. Acredite colega, ele não é o último cara a te magoar. Esta não será a última tristeza que sentirá, não será o último choro e eu não escreverei pela última vez para você. No entanto, chegará um dia em que se conformará com essa dorzinha sentida, pois acontecerá tanta coisa em sua vida que essa dor se tornará pequena. Sim, ainda será sentida, mas de uma forma menos profunda. Então se ame!
Não, meu anjo, não fique aí nesse quarto, chorando, comendo chocolate e pensando nele. Saia daí, viva sem ele, viva com você, viva por você. Se ele conseguiu machucar esse coração tão puro, por que ainda chora por ele? Seu coração vale mais que ouro, menina. Se ame! Não entregue ele não, não deixe que alguém roube o que de melhor tem em você, pois só você sabe o quanto de amor cabe aí dentro. E, francamente, o que o mundo mais precisa é desse teu amor gigante.
Saia com seus amigos, com sua família, com seus colegas de trabalho ou colégio, programe assistir um filme engraçado na casa de alguém, beba, ria, coma, voe, se liberte, só não fique parada pensando em bobagens. Se liberte do que te faz mal, pois o amor é o lado bom da vida. E se ele está sendo ruim, então se acalme, pois ainda não é amor! Se ame!
Sua hora ainda vai chegar, não tenha pressa, o mundo é gigante, ele dá voltas incontáveis e um dia ele te favorecerá. Pode ser hoje, amanhã, daqui um ano, ou daqui décadas. Só não procure, deixe que te encontrem. Se ame, se liberte do que te faz mal e se acalme pequena!
IMG_6880

A dor e o amor próprio

Oi! Tudo bem? Fiquei sabendo que você andou perguntando de mim. Bom, eu realmente tenho andado sumida. Sumida de você. Não, calma, não estou sendo grossa. O que eu quero dizer é que tive que me afastar. A vida exige isso da gente em certos momentos, né? Oi?! Se foi pouco amor?! Isso jamais! Nunca foi ausência, sempre foi excesso. Tanto excesso de amor por você que acabei esquecendo de mim. Passei anos da minha vida colocando você a frente de tudo e acordei de repente com a vida me cutucando, dizendo que eu tinha um outro caminho a seguir, caminho que era totalmente diferente do que você queria que eu seguisse com você. Era o seu caminho. Não o meu e muito menos o nosso. A verdade é que eu tive que voltar três casas para poder avançar quatro e demorei a perceber isso. Te amar demais não foi um erro, foi muito bom. Talvez sem ele eu não conseguiria me amar tanto quanto estou me amando agora. Percebi que mudar dói, mas não mudar dói muito (alô, Oswaldo Montenegro, um beijo!). Eu espero que você esteja tão bem quanto eu. Minha vida continua do mesmo jeito, divido meu tempo entre o violão, a cerveja gelada com os amigos, os sambas e os estudos. Veja bem, até tenho ido mais aos eventos da família. É… Estou bem demais! O meu coração? Ah, esse está aqui, saltitando como sempre. Depois de tantas dores, o coitado se recuperou e está quase cem por cento. Se ele está preparado para receber outro alguém? Acho que sim, ele sempre está. Só que dessa vez ele fez um acordo com minha cabecinha e eles chegaram à conclusão de que mendigar amor e caminhos em comum é a pior besteira. Eu preciso do amor próprio e do meu caminho e, se esse cruzar com algum outro pela frente, tudo bem. Receber outra pessoa será consequência do que viverei quando achar as minhas coisas, coisas que há tanto tempo estavam perdidas. Sim, eu realmente ainda vivo e confio no tal amor, afinal é com ele que a gente aprende até quando existe dor. 

IMG_6848