O que foi que aconteceu com a gente?   Eu não quero ser só mais uma estatística. Não quero ser aquela pessoa que percebe que se perdeu só quando não há mais caminho pra voltar.   A gente era um todo, hoje somos só uma parte, mas uma parte do todo. Não dá pra simplesmente […]

Naquela noite eu senti que podia, enfim, ter te esquecido. Foi por isso que vesti minha melhor camisa, me banhei no meu melhor perfume e ensaiei na frente do espelho o meu melhor sorriso. Naquela noite, eu queria te esquecer provando o sabor de outras oportunidades. Os amigos passaram aqui em casa e, quando apaguei […]

As memórias tristes são tantas que suplantam com facilidade toda e qualquer alegria que eu tenha sentido naquele tempo. Com você, eu conheci o amor nas mais variadas faces possíveis. Fui perdidamente apaixonado, larguei tudo pra te ver, parcelei em trinta vezes aquele presente que fez teus olhos brilharem. E foi lindo. Valeu cada parcela. […]

Melhor ao som de “Café”, A Máquina e o Homem   O dia ia ser cheio de reuniões complicadas com gente chata. O trabalho não ia bem, aliás. Já tinha consciência formada de que precisava sair do emprego, mas não podia. Os boletos chegariam e eu precisava ser responsável. Eu não era mais nenhuma criança […]

Por que a pressa? Tente lembrar que antes de qualquer coisa existe o agora.  Eu sei o quanto é importante pra você pensar no futuro, nas coisas que podem acontecer. Eu sei o quanto você pensa em organizar e antecipar tudo o que for possível.  Mas ao se concentrar tanto nisso, você nem percebe que […]

Tanto reclamei do nosso presente… Quando ainda éramos nós, eu te cobrei muito. Cobrei presença, cobrei postura, cobrei atitudes que descobri no fim que não te cabiam. Essa minha mania de cobrar perfeição de quem está ao meu redor me fez te perder. E depois que te perdi, percebi o quanto te amava. Sadismo da […]

Temos a mania enxergar somente o pior de nós mesmos. É muito fácil enaltecer o que temos de ruim e pensarmos que nossa contribuição para o mundo é nula. O egocentrismo é um mal terrível. Não se discute. Mas o outro extremo é tão maléfico quanto. A intolerância severa consigo mesmo é uma crueldade desmedida. […]