A parte que o mundo da voltas

Na vida damos muitas voltas. Juramos não amar mais e não se aproximar mais. Juramos nos afastar daquilo que não nos faz bem e depois de um piscar de olhos lá estamos nós mais uma vez alimento nossos pensamentos com promessas fáceis de serem destruídas. Lá estamos nós, nutrindo aquilo que alguma parte de você sabe que não vale a pena.  Durante essas voltas e giros ficamos desejando que tudo passe. Pode demorar 365 dias, uma semana, dois dias ou um clique no relógio. Mas o desejo é sempre único. Que tudo aquilo que não nos faz bem, passe. E é certo que todas as nossas preces, juntamente com nossa vontade de seguir em frente tem uma força que você jamais pensou que teria.

Nesse tempo muita gente chega, muita gente se vai e muita gente fica. Fica por ter encontrado em você um motivo que não a faça ir embora. Aquele motivo que as fazem lutar por você e pela sua companhia. Acredito que quem fica não fica à toa. Acredito que existe um propósito, uma chance, uma possibilidade, ou seja, qualquer nome que você queira dar para essa linda maneira do universo colocar gente do bem no seu caminho.

Por mais que a gente meta os pés pelas mãos, que a gente chore, brigue com o mundo, o destino sempre dá um jeito de te fazer enxergar além. De consertar tudo aquilo que foi quebrado, de colocar no lugar tudo aquilo que te faz bem e levar embora tudo aquilo o que não te serve. A gente risca, mas o destino vem e rabisca. E lá na frente você irá entender que a vida faz muitas voltas e curvas, mas o destino sempre cuida de você, para que no seu caminho todo mal se transforme em bem querer.

Eu adoro a parte em que o mundo dá voltas. Aquela mesma parte que você quer voltar no tempo e fazer diferente. A parte que você chorou e sorriu. A parte que você quer abraçar quem te faz falta, mas tem medo. A parte em que você quer escutar uma voz pra acalmar o coração e dormir. A parte que a luz do quarto se apaga e a memória acende. A parte que você escuta uma música e lembra do cheiro de alguém. A parte em que você deixou de ser razão e voltou a sonhar com o coração. A parte em que você tinha tudo pra ser a pior pessoa do mundo depois de uma decepção, mas foi gente o suficiente pra se amar e recomeçar de novo.

Anúncios

Mais amor e menos saudade

Você vive dizendo por aí que sente minha falta. Que os dias sem a minha presença são dias sem graça e sem cor. Nossas trocas de mensagens são todo o carinho em forma de palavras. Ao colocar a cabeça no travesseiro é com você que eu sonho ao fechar os olhos, é você que eu quero ver quando amanhecer. Mas sabe, parece que você não entende.

Sinto que as palavras se tornam apenas palavras vazias e que eu acabei me entregando. Que essa vontade de estar com você parece que é só minha. Eu fui disposta a remar esse barco junto com você, mas não quero um amor de teorias, um amor de palavras vazias. Eu quero contato, quero olhar nos seus olhos e sentir que sou feliz por estar ali, quero poder sentir a verdadeira essência que mora em um olhar, quero olhar teus lábios e ser a única a me perder neles. Mas sabe, parece que você não entende.

Você veio, mudou minha história, bagunçou tudo aqui dentro e me fez sorrir novamente. Mas não venha com essa distância toda entre a gente. Não quero essa saudade fincada no peito querendo explodir. Você se faz tão perto e tão longe. Essa distância coloca em dúvida o que você quer, coloca em dúvida o sentimento que eu criei. Não tenho orgulho nenhum em dizer que te quero. Não tem medo nenhum em dizer que te amo. Mas não me deixe viver de sonhos. Palavras são lindas de serem lidas, mas atitudes são lindas de serem vividas.

Eu quero sentir borboletas no estômago. Eu quero mais amor e menos saudade!

Se você não quer amar, apenas me deixe ir. Porque a única saudade que quero sentir é de um amor que se faz presente.

Quando a saudade tem nome

Quero mandar um recado pro mundo. Queria te chamar pra sentar ali no bar, olhar no seu olho e conversar. Mas você tá sempre aí ocupado. Girando, mudando vidas, amores, levando e trazendo pessoas. Será que você pode girar e não levar aquele sorriso pra longe daqui? E quando você voltar , você pode me devolver a outra metade do beijo que nunca aconteceu? Ah, e reserva um lugar bem legal aí. Quero guardar um certo alguém onde nada vai machucar.

Quando eu estiver dentro daquele abraço, pode parar de girar. Avise o tempo para ele parar. Sabe mundo, você é grande. Tem muitas distâncias. Mas aqui no meu coração, ainda tá tudo muito perto essa coisa de sentir. Distância é só uma medida e minha vontade é muito maior. Sorte a minha, né ?! Porque eu quero dar o meu melhor. Faz bem pra mim e faz bem pra alguém. Desde quando eu cheguei aqui aprendi que devo ser bom. Foi com você que aprendi isso, mundo. Devo ser quem eu sou. E terei perto de mim quem realmente importa e quem realmente se importa. Porque eu me importo com tudo isso de querer cuidar, querer o bem. Não deve ter nada de errado nisso.

Mundo, eu não acredito no seu fim. Mas se alguma hora você estiver planejando ter um fim, me avise antes? Quero poder dar o último bom dia. Assim. Sem pressa. Mesmo com a boca marcada de café e o coração marcado de bem querer. Eu até gosto de você. Gosto de olhar para o seu teto de estrelas e pisar no seu chão de oceanos. Eu até gosto de você. Gosto de olhar no seu rosto de estrelas e no seus olhos de oceanos. Mas isso me lembra alguém. Hoje a saudade veio bater na minha porta. Não precisei perguntar quem era. Já sabia o seu nome.

Viva seu sonho, independente do que dizem

Leia esse texto ao som de:

Hoje eu sentei na beira da cama e coloquei os pés descalços no chão. Olhei pela janela e vi o sol aparecer. A manhã estava fria. Inverno. Dei um gole no copo com água, que deixei no criado mudo, e voltei a cabeça para o travesseiro. É o primeiro dia de férias depois que eu pulei uma janela e saí da zona de (des)conforto.

A vida cobra. Todos os dias temos que fazer escolhas, e fazer escolhas implica em mudar algo futuro. A vida passa rápido. E quando a gente menos espera, ouve um estalo e a vida acaba. Tem momentos na vida que só você pode cuidar de você. Depois de um bom tempo, troquei meu campo profissional e troquei de curso na faculdade. Eu não era feliz. Abrir um sorriso para a sociedade, todos os dias, não significa que você é feliz. Felicidade é não precisar fingir um sorriso — é deixar que ele nasça sozinho e sincero.

Muitos apontam o dedo, mesmo em comentários que julgam inocente:

— Você mudou de curso? Trocou de emprego?  Por que? Quer ser pobre?

Me pergunto quando é que as pessoas vão começar a entender que riqueza e pobreza, nunca se tratou de dinheiro. Se alguém se sente pobre com o que faz, é essa pessoa que precisa mudar, não você.

Nunca, em hipótese alguma, deixe esse tipo de comentário tirar você do caminho que você escolheu. Se você errar, se você não se sentir feliz, troque de novo. Todo erro é uma oportunidade. Só não deixe de viver seu sonho porque alguém disse que é um sonho pobre. Às vezes acho que as pessoas andam tão frustradas com o que fazem e sem coragem de mudar, que precisam dividir isso com quem tem nos olhos o brilho da esperança de um recomeço.

Também pagamos pelo o que deixamos de fazer, por aceitar que o sonho do outro seja o nosso sonho. Se você se mantiver firme no que acredita, tudo é possível.

Deito a cabeça no travesseiro, fecho meus olhos e faço uma oração que me blinda. A única coisa que não quero ser é pobre de felicidade.

Em menos de um segundo

Hoje eu acordei e reclamei da vida. Na volta de um trampo reparei na moça que sorria de um jeito bobo ao olhar o céu. Tinha acabado de chover e as nuvens estavam começando a se dispersarem. Ela olhava para aquele azul que ia surgindo como a esperança em um dia ruim. Foi um dos risos mais verdadeiros que vi na vida.

De certa maneira, aquele olhar pra vida do riso daquela moça despertou algo em mim. Continuei o meu percurso sentindo o mundo, tudo aquilo que era vivo e tudo aquilo que era sem cor. Tudo aquilo que era imóvel e todo sentimento nos olhos de pessoas que eu sequer tinha cruzado. Reparei nas modelos do outdoor, reparei nos garis que limpavam a rua entre uma piada e outra, entre o dedo que limpava o suor do rosto e as mãos calejadas. Olho novamente para as modelos do outdoor, olho novamente para os garis, modelos de vida.

O semáforo fecha, eu precisei frear. Abri um pouco a janela para sentir o vento. Então se aproxima uma criança andarilha e me entrega uma foto e um bilhete. No rádio do carro começou a tocar Photograph do Nickelback, não manjo muito de inglês, mas não preciso pra entender a primeira frase que o Chad diz na música: “Look at this Photograph “, traduzindo, “ Olhe para esta fotografia. Podia ter milhões de pessoas sintonizadas naquela mesma estação de rádio, mas aquilo era pra mim, definitivamente aquilo era dito pra mim. A foto é de uma senhorinha, o bilhete era dizendo que ela era sua mãe, tinha câncer e qualquer ajuda era bem-vinda. Pensei em perguntar em qual horário ela estudava, mas por um instante acabei desistindo. A vida cobra algumas prioridades e com quem a gente ama elas são essenciais. E não acho nada justo jugá-la por isso. Peguei o dinheiro que tinha no console do carro e entreguei na sua mão. Ele me disse: Que Deus te abençoe. Aquilo chegou ao meu coração de uma forma que você não pode imaginar. Dizem que quando as coisas são de verdade, de certa maneira, a gente sabe. E eu soube. E eu senti.

O dinheiro não sobra muito, mas nunca faltou como eu às vezes reclamo. Pensei nisso quando peguei uma foto de uma criança andarilha em um semáforo. Minha mãe sempre disse que a felicidade está em enxergar o coração das pequenas coisas. Isso começou a fazer sentido.

Tinha um moço empurrando um carrinho de bebê. Tinha um moço empurrando uma vida que tinha acabada de nascer. Uma vida que vai ter altos e baixos, que vai sorrir e vai chorar. Uma vida que vai sonhar, que vai ter prestações da vida para pagar, que vai ter parcelas da vida perdidas para ser aquilo o que sonhou e que vai ganhar uma vida inteira pra aprender a ser feliz.

Continuei meu caminho. Vejo três pessoas esperando para atravessar a rua. Todas manuseando um telefone celular. Muito celular na mão, pouco coração na boca. A luz do combustível pisca. Preciso abastecer. O carro de combustível e meu coração de esperança no ser humano.

Hoje eu acordei e reclamei da vida. Talvez amanhã eu reclame de novo, mas no segundo após eu vou parar, olhar o céu, reparar o mundo a minha volta e soltar um riso bobo. Em menos de um segundo posso não estar mais aqui.

O meu muito obrigado a todos os babacas

Olhe pra você, deitado nessa cama de um quarto vazio se sentindo o cara mais foda do mundo por colecionar mais uma mensagem visualizada e não respondida. Você aí, preocupado em ficar colecionando corações partidos, lágrimas derramadas, festas, músculos e fama entre os amigos.

E com ela não foi diferente.

Você veio com esse seu jeito descolado, de um cara na moda, trajando sorrisos e olhares. E ela se entregou para viver mais uma vez a possibilidade de ser feliz. A verdade é que sua falsa felicidade era diferente da dela. Você só queria ligar na manhã seguinte pra um amigo e contar sobre sua noite. De como você enganou alguém, entre um trago no cigarro e uma risada. Na sua vida o que vale é o seu ego inflado, o celular tocando a toda hora e você se exibindo. A felicidade dela é algo raro. Ela deseja cuidar e ser cuidada, ter alguém que se importe, alguém que esteja presente, não alguém que deixe um buraco vazio. Na reciprocidade também mora a felicidade.

Ela não quer entrar nesse jogo. Quem vem ao amor disposto a jogar, não tem nada a ganhar. Você sempre quis ter o jogo nas mãos. Você sempre quis competir. Com seu ego, com seus amigos e com qualquer outra coisa que você tenha chance de ser feliz de verdade. Essa arte de você ir e vir, aparecer e sumir, chegar e partir, ela despreza. É na presença que se sente falta, não na ausência.

Com você ela aprendeu sobre o amor próprio. Aprendeu a se valorizar cada vez mais em uma relação. E não pense que ela não vai se entregar, que ela vai se trancar e se privar de ser feliz. Engano seu. Ela vai ser doar do mesmo jeito que se doou. Ela sabe que recomeçar é preciso. Que ir pra frente é preciso. E isso é graças a pessoas como você.

É graças a você que sabemos que existem pessoas diferentes nesse mundo. Graças a você que eu ainda quero acreditar. Acreditar que homens e mulheres um dia serão transparentes uns com os outros. Que nem o medo de perder, nem os desvios dos caminhos vão fazer a gente viver de mentira. Eu ainda quero acreditar que amar é bom. Existe sempre uma história atrás de um coração e traição não é só com o corpo. Acreditar que quando ela sair pela porta, ninguém vai correr para mandar uma mensagem de saudades para um outro alguém. Acreditar que as pessoas vão parar de colocar o sentimento no bolso. Acreditar que quem somos é tudo o que temos. Que o mundo é de quem sabe amar a verdade, na verdade e de verdade.

E olhe pra você, se achando o cara mais foda do mundo, mas ainda parado no mesmo lugar.

Enquanto você segue regras, ela decidiu seguir a vida.

Se ame, menina

Lembra menina, o que não te serve você esquece. O mundo está cheio de gente errada e é muito fácil topar com alguém assim pelo caminho. Mas o fato delas serem assim é um problema delas e não seu.

A vida é de quem se atreve a existir e de quem também sabe crescer na dor. Não precisa limpar o rímel misturado com lágrimas. Deixe elas escorrerem e faça delas um motivo a mais para ser feliz. Só você sabe do seu caminho para chegar até aqui, e ninguém tem o poder de te fazer desistir.

Aprenda, menina, que talvez realmente não exista o príncipe do cavalo branco como te ensinaram no mundo da fantasia. Mas no mundo real tem gente com vontade e coragem de sobra para lutar por você. Eu sei que vão dizer que essa ” gente ” não existe. É só mais uma mentira que insistem em acreditar para o coração se proteger de se frustar. Mal sabem eles que coração sempre procura a razão de ser feliz, como você sempre quis. É só se permitir.

Entenda, menina, nem sempre alguém vai ser verdadeiro com você. Alguns vão mentir por medo de perder alguém tão doce como você, outros por não ter amor próprio e pelo próximo. E isso continua não sendo problema seu. Quem vive na mentira uma hora vira vítima dela, e acaba chorando tudo aquilo o que fez um dia alguém chorar. Tem gente que tem a mania boba de arrumar desculpas para sua vontade de ir embora e se livrar das coisas. Não se culpe por erros que não são seus.

Abrace menina, tudo aquilo o que te faz sorrir. Muita gente aqui não sabe do seu valor. E vão te apontar o dedo por isso. Mas não se preocupe, o que é seu ninguém tira, inclusive sua maneira de brilhar.

Sonhe menina, só o sonho pode te dar forças para enfrentar todas as coisas dessa vida que não é nada fácil. O amanhã te espera ansioso para aproveitar a delícia de ser você.

Ame menina, mas primeiro você, depois os outros. Você se merece. E o mundo, te merece muito mais.