Não é fácil admitir que eu fico esperando tu me chamar quando acorda. E que eu acordo pensando em te dizer “bom dia”. Tu me tira a pressa de ir embora e me explica com os olhos o que é sentir saudade de alguém que ainda não saiu do teu lado. Tu é o que […]

Sabe qual é o meu medo como profissional? É simples. É correr tanto atrás das conquistas, que no final das contas vou perceber que abracei mais do que eu sou capaz abraçar. Se quer um exemplo mais “palpável”, aí vai ele. Imagine que as suas principais funções e as que você melhor executa no trabalho […]

Sou capaz de escrever um texto que demore horas para ser lido. Sou capaz de saltar de um muro alto pra salvar alguém que precise de ajuda, mesmo que eu sequer conheça essa pessoa. Sou capaz de vestir a camisa do rival no dia que ele perder de 5 a zero e sair na rua […]

Não sinto que seja coerente a atitude que eu tomo agora. Não considero que seja a melhor opção, mas também não pedi nenhuma opinião. Só quero um minuto teu e umas cinco respostas, mesmo que a principal, lá no final, seja um “não”. Pode me olhar indiferente e dizer que o que eu falo não […]

Quando eu te vejo olhando de longe, não sei se eu posso imaginar o que eu fico imaginando. Talvez seja delírio puro. Talvez seja saudade exposta, que me engana e me faz acreditar que tu quer um pouco mais do que só me olhar. Sei que foi só uma vez. E sei que pra ti […]

Eu só quero uns 57 segundos do início do teu dia. Quero que atrase um pouco a mordida na tua torrada, ou que espere um pouco mais do que o normal para escovar os dentes. Deixa pra descascar a fruta depois que chegar no trabalho e lava a louça da pia na volta pra casa. […]

Ela sentiu saudade quando era tarde demais. E hoje, sabe o que ela faz? Ela chora no meu ombro e me conta como queria ter ele de novo. Ela pediu pra ir embora, mas não foi pra frente. Ficou pra trás. E tá tão atrás, que nem enxerga ele mais. Tudo o que ela falava […]