Ele é o cara dos meus sonhos. Só dos meus sonhos. Preciso parar de esperar, de querê-lo demais por amar-me de menos. É que eu decidi ser feliz sozinha, parecer primária aos meus olhos para que eu entenda de uma vez por todas que você é só uma segunda parte, um segundo obstáculo pra esquecer. […]

FELICIDADE. Essa palavra é forte demais para se sentir quando a vontade é de ir embora. Quando, na realidade, o maior desejo é seguir sem rumo, mas tendo a certeza de que a droga do passado não vai mais perturbar o que era para estar quieto. Meu coração é uma angústia só. Um poço sem […]

Quem sabe as madrugadas sejam para pensar nos prós e contras que fomos um para o outro, de como soubemos nos fazer magoar e o quanto (MEU DEUS) eu esperei de você. Você foi um pilar. Um amor conturbado, mas puro. Desses que se escondem na minha cara de séria e difícil, na personalidade forte […]

Ter fé é ter certeza do depois. Acreditar nas belas manhãs logo após tempestades agressivas, pensar no anoitecer estrelado depois que o sopro de Deus levou as nuvens embora. Ter fé é confiar na segurança de dentro, mesmo sabendo que o mundo está prestes a mudar lá fora. É perseverar no sorriso guardado pela tristeza […]

Desisto. Faço dessa espécie de amor que, hoje, já não sei se é real uma completa e profunda desistência. Não nasci para sentir-me abandono. Não nasci para verter lágrimas ao invés de brotar risos. Não nasci, meu caro, para esperas intermináveis. Digo-te que desisti. Não desejo ser a inclusão dos teus planos ou a partilha […]

Parecia tudo mais fácil quando nada existia. Quando tua vida não iluminava a minha. Quando você não decidia, com um simples olhar, deixar-me letárgica para dominar tudo o que era “só meu”. Era tudo incrivelmente fácil quando as desistências não cegavam os meus olhos e os sonhos eram os motivos que mais engrandeciam as belezas […]

Ninguém sabe, só eu! Mas carrego-te na pureza da presença de um sonho, nos enleios de devaneios contínuos, sensibilizados por sua não-presença. Lá, enquanto o sono é a única realidade de mim, a alma viaja e vai visitar teu cheiro, tua pele, teu riso, tua falta de resistência ao trocar olhar com o meu. Ninguém […]