Passei em frente àquele café e lembrei de você. Olhei para a mesa no canto esquerdo, que naquele dia estava decorada com um vaso de azaleias, lembra? Você rindo da minha cara quando notei que eram flores de plástico, você disse já ter percebido antes de mim e eu duvidei, então ficamos naquela discussãozinha boba e gostosa, que apenas […]

Falei teu nome numa dessas tardes de chuva, após sentir uma nostalgia não sei de quê, pois logo nessa tarde a saudade resolveu me visitar. Falei de maneira meio despretensiosa, com um sorriso simples no rosto e com os olhos distantes, como quem busca alguma resposta pra perguntas ainda indecifráveis. Falei teu nome, admito, à […]

Você acena pra mim de uma maneira aparentemente tímida, e eu, pego de surpresa, não consigo disfarçar a alegria em forma de sorriso. Ah, essas deliciosas coincidências, um mundo desse tamanho todo e nós dois no mesmo lugar e na mesma hora. Minha mente vai longe, será que realmente não passa de uma mera casualidade? […]

Foi ela quem notou o primeiro pingo de chuva. Depois de tanto tempo, tantas conversas, tantas mensagens bonitas, enfim se encontraram novamente. Foi naquele parque, em meio àquela cidade enorme e cercada de prédios, que ele sorriu pra ela, acarinhou seu rosto e lhe roubou o beijo. Durante o beijo é que ela sentiu o […]

E quando a madrugada já começa a ganhar forma, quando o assunto da conversa vai diminuindo e o despertador já avisa que amanhã é segunda-feira, quando é dada a malfadada hora de se despedir da donzela – oh! malditos compromissos do nosso humilde ganha-pão!, quando entupimos o whatsapp dela com emoticons fofos e coraçõezinhos coloridos, eis […]

Acho que a ficha só foi cair realmente quando você bateu a porta.    Eu, apenas com uma mochila nas costas, me vi sem chão. Sem apoio. Sem rumo. E então todo um filme me passou pela cabeça.    Como deixamos tudo isso acontecer?   Como transformamos todo aquele amor em uma relaçãozinha fajuta?   […]

Fujo de paixões sóbrias. Aquelas que não experimentam insanidades.Fico bobo em ver a placidez em alguns relacionamentos. Uma paixão feijão-com-arroz, onde um a zero já fica de bom tamanho. Nem frio nem quente, simplesmente estável. Toda paixão nos leva pro céu, mas deveríamos sempre manter um pé no inferno. Sob a bênção de Deus, mas […]