Hoje pela manhã vi uma imagem com as seguintes palavras: “vencedores — vence dores”. Depois de um tempo refletindo sobre elas, concluí. Somos mesmos vencedores desavisados. Ao longo da vida, nos deparamos com diversos tipos de dores. Uma decepção aqui, uma queda ali, um machucado no peito e, quase sempre, aquela dor invisível que faz […]

A chuva cai lá fora e o teu barulho me acalma mais que um bom comprimido contra ansiedade. Até que, como uma visita inesperada, você chega – e não é de mansinho, mas arrombando a porta mesmo. Não precisa de convite, não preciso nem chamar pelo teu nome, você sempre vem. Tomo uma dose de […]

Já acreditei em muito “para sempre” que não se concretizou. Hoje, eu sei que quase nada é certo nessa vida, principalmente quando se trata de sentimentos. E falando em sentimento, sabe aquele cara que eu sentia que era o meu grande amor? Agora eu nem sei quem ele é, o que faz ou como está. […]

Me deparei com uma foto sua de alguns anos atrás… Ela foi tirada pouco depois daquela história em que você teve o seu coração completamente partido por uma decepção, lembra? Era notável a tristeza dos seus olhos e o pedido de socorro camuflado em seu sorriso de sobrevivência. Talvez quem não te conheça não perceba, […]

Me abandonei. Como alguém que desiste e apenas sobrevive. Deixei os dias passarem, torcendo para que eles acabassem logo. Me escondi do mundo, silenciei todos os barulhos, fechei os olhos e mergulhei dentro de mim, mesmo estando tão rasa. Se eu me machucasse, não faria diferença. As feridas já estavam ali e elas haviam arrancado […]

– Não dá mais. Acho que a gente precisa de um tempo afastados. – E qual é o sentido em se afastar de quem se ama? Ou já não ama mais? – Amo, pode acreditar que amo. Mas o amor nem sempre é suficiente… – Essa eu já conheço. Pode dizer também que o problema […]

Depois de passar anos acreditando em algumas teorias e pessoas, passei a enxergar a vida de uma forma totalmente diferente, talvez até oposta daquela que eu enxergava. Eu tinha a inocência de achar que o importante mesmo era estar rodeada de gente, sempre com ao menos uma companhia disponível pra sair na noite de sábado. […]