Eita, rapaz!

 

Hoje passei por um daqueles botecos pé sujo – como diz minha mãe – e lembrei da gente, sabe?

Faz um tempo, mas parece que foi ontem.

Eu conseguia ver você jogando sinuca e conversa fora com os meninos, enquanto me esperava chegar.

 

Me passou pela mente, nitidamente, o olhar que você me dava,

Me beijava sem pudor na frente dos seus amigos, dando por encerrado o jogo.

Lembro muito bem das garrafas de vinho barato na sua mão e meu coração batendo forte no peito.

 

Consegui fechar os olhos e sentir o seu cheiro,

O roçar dos seu lábios nos meus, a sua lábia.

Na verdade, para ser bem justa, você nunca precisou de lábia, você sempre foi comigo quem você realmente era.

 

Você era a mistura perfeita do seu próprio ser.

Um 212 almiscarado com maconha.

 

Um cara que se rebelava contra o sistema às escuras,

Mas que tinha de segui-lo, porque era assim que a vida é, você dizia.

 

Você foi o cara que fez de mim uma rebelde.

Me colocou no seu colo, em um fusca apertado de amigos

E subimos vários morros, gritando, apostando se o fusca aguentaria o tranco ou não.

 

Mas foi você quem me mostrou a beleza do mundo,

Essa paixão pela natureza (um pequeno desprezo pelos prédios que ficavam em nosso caminho),

Mostrando o mais lindo nascer do sol,

Com a terceira garrafa de vinho da noite.

 

Você sabia que eu te amava?

Nossa, como eu amava…

Amava a sua teimosia,

O seu lutar pelo que acreditava.

 

Eu sinto sua falta e sinto falta do poderíamos ter sido se a vida não tivesse interferido.

Mas eu sempre vou me lembrar de você com carinho,

Desse lindo coração que virou azul e foi colorir outros céus.

 

Preciso reconhecer que você era demais para mim,

Demais para pousar em um ninho só e ficar para sempre.

 

Você é livre,

Sempre foi.

 

E assim sempre será.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Grazielle Vieira

Tags