Não posso negar que sinto falta de nós dois. Não posso negar que sinto falta dos beijos perfeitamente encaixados, da sua língua com desejo da minha. Não posso negar que sinto falta dos olhares que pegava me olhando admirados e que com vergonha se disfarçavam para outros cantos.

Não posso dizer que não foi bom, não posso dizer que era mentira tudo aquilo. Era algo verdadeiro demais, intenso demais, recíproco demais para ser algo falso. Tudo o que fazíamos era de extrema importância somente para nós dois. Não havia mais ninguém no mundo, além de nós dois. A paixão que a gente carregava um pelo outro era coisa de outro mundo.

Não nego nunca o quão especial você foi para minha vida, para meu ser, para meu respirar. Não nego jamais que você ficará marcado como uma tatuagem em mim. Uma tatuagem já apagada com o tempo, que não tem mais importância nenhuma, mas que às vezes ainda lembro do quanto ela foi importante. Que às vezes ainda lembro do quão doloroso foi faze-la, mas que valeu a pena.

Tenho em mim um sentimento de saudade. Saudade de nós dois, de como nós éramos, da intensidade de um casal, do quanto nós nos entregamos um pelo outro. Uma saudade infinita do que fomos e do que já se perdeu há tempos. Não sinto o desejo de voltar no tempo, ou até mesmo tentar novamente, mas sempre vou ter dentro de mim a saudade de um relacionamento verdadeiro e intenso. E por mais que tudo tenha se perdido, eu sei que foi real, eu sinto que fomos o certo!

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

  1. Me descreveu! Que texto! ❤

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

CATEGORIA

Gabi Mayara

Tags