(Leia ao som de Soldier)

Sim. Eu costumava ver tudo com um jeito meio vira-lata, assim, de baixo pra cima. Mas conforme a gente vai vivendo a coisa vai mudando, a forma de ver vai ficando mais clara e simplificada.

Falhar é sim uma opção. E muito.

Conquistar tudo não depende só da gente e está tudo bem se as coisas não derem certo.

Quanto mais cedo melhor? Nem tanto. Quanto mais cedo, menos maduro. Isso sim. Já é praxe você ler textos por aí que dizem que cada um está em um degrau diferente da escada da vida. Vou repetir, mas sei que você já sabe: um conquistou tudo com 25 e morreu aos 40. Outro iniciou aos 50 e viveu até mais de 100. Por aí vai.

O que eu acho que você ainda não se deu conta é que aplicar isso no dia-a-dia é tirar toda e qualquer pressão dos ombros. Se rodar na prova, se não ganhar a promoção, se perder o cavalo encilhado ou errar o único tiro, não tem o menor problema. Vão haver outras coisas para você conquistar. Vão haver outros caminhos para trilhar.

E, principalmente, não é fim do mundo perder uma batalha. Ou duas. Ou a guerra toda.
Pois depois da derrota, amanhã você vai acordar de novo e ter outro dia.

E depois da vitória, amanhã você vai acordar de novo e ter outro dia também.

Tudo passa. Tudo é efêmero.

Não existe uma vida onde você venceu ou perdeu. Você sempre vai estar combatendo até o suspiro que te leve a morte.

Então, combata o bom combate. Evolução, é pra isso que você veio. Se perder, então, você aprendeu. Se ganhou, também não tem nada demais. Amanhã você vai ser inevitavelmente derrotado e logo depois ganhador de novo.

Seus ídolos acordam e escovam os dentes, que nem você. O presidente tem dúvidas e medos, iguaizinhos aos seus. Seus inimigos têm família e companheiros por quem são amados, do mesmo jeito que você tem.

 

Sorria mais. Tema menos. Vai acabar todo mundo do mesmo jeito. Poderosos, ricos, miseráveis, conquistadores e medrosos.
Esteja sempre buscando algo melhor e desnude-se de qualquer arrogância.

 

A vida é mais simples do que parece.

 

Paulinho Rahs

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre Jornalismo de Boteco

Paulinho Rahs Escritor, compositor, poeta solitário, vocalista da Arcadia e criador do Jornalismo de Boteco. Entusiasta, subversivo e magnânimo, contém na lista de vícios café, cerveja, o Foo Fighters e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. https://www.facebook.com/PaulinhoRahsOficial/

CATEGORIA

Paulinho Rahs

Tags

, , ,