Foi sem fazer esforço nenhum. Tu me ganhou com esse teu jeito, morena. Com essa tua fala cantada e com esse brilho nos olhos.
Cê me ganhou com esse olhar curioso, com essa vontade tua de descobrir um mundo novo, ao mesmo tempo que tentava passar a impressão de que sabia exatamente o que tava fazendo, mas falhava miseravelmente. Vou te contar um segredo que eu custei pra aprender, morena: no amor a gente não sabe de nada. E eu sei que você sabe que isso foi amor, da sua forma mais perfeita e sublime.
Eu que geralmente tô acostumado a estar do lado de lá da câmera, virei um dos teus alvos favoritos. Felicidade mesmo é te ver através do reflexo dos meus óculos, mas, mais que isso, ver refletida toda essa paixão e um carinho especial.
Ah, você me ganhou com todo esse teu charme, a jogada de cabelo e falando cantandinho seu ‘ô moço’.
Eu sei que tu acabou de ir, mas tô doido pra te ter aqui de novo. É que voce me ganhou com esse teu jeito, morena,  e a gente se acostuma facinho facinho com coisa boa. Imagina gente de coração bom, então?
Ô, moça… Volta quando quiser, tá? A gente arruma um espacinho na casa, porque no coração cê já conquistou, viu?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Diego Henrique