Ei moça, porque tens andado tão abatida, cabisbaixa, onde habita aquela luz que tu costumava emanar?

Seu coração foi partido não é mesmo, mas vem cá, vou te contar uma coisa;

– Ele sempre se recupera, não se preocupe tanto, vai passar.

Eu sei que não foi fácil ver aquilo tudo acontecer diante teus olhos, que tu engoliu a seco e nem o drink mais forte te fez esquecer. Mas tá tudo bem, aquele rapaz não sabe o que faz. Não se culpe, não o culpe também, apenas deixe-o ser quem ele é se não houver mais como admira-lo dessa forma, você saberá que não há mais motivos para permanecer ali perto. Te livra de tudo o que não te faz bem que a vida é boa demais para se fechar e se esconder assim. 

Seca as lágrimas, limpa o rímel borrado e vai se permitir. Te reencontra, te descobre, te reinventa e volta a se amar. Não é porque alguém não soube te valorizar que você precisa descartar a hipótese de haver alguém que mereça te ter. Mas vai por mim, ficar aí quieta e abatida não vai te levar a lugar algum, a gente precisa reagir. Tu sabe bem de onde veio, pode não saber ainda para onde vai mas tenha certeza de que não quer voltar atrás, apenas siga em frente sem olhar para aquilo que ficou, isso já não te pertence mais. Já deu de revirar esse baú velho, hoje essas lembranças não passam de uma mera ilusão, sabe bem que a unica realidade é o que tu vives agora.

Então pega esse presente divino que a vida te deu e usa ele para recomeçar. Corte o cabelo, faça uma viagem, encontre os bons amigos, saia, vá vê pessoas, procurar e encontrar novas inspirações. Lembre-se de quem você era antes disso tudo te atingir, te reconecta com isso. Você é a unica que pode se fazer feliz agora. Lembra que é só uma fase ruim e quando tudo isso passar você se sentirá mais forte por saber que enfrentou tudo e que sobreviveu a toda essa dor. Ela não é permanente, pode ser necessária pois te leva a se conhecer melhor, te faz ver que sempre dá pra ir além do teu limite, suportar um pouco mais até que a dor passe e isso deixe de te ferir. Não é que você se torna fria, mas quem conhece a sua força não teme nem exita em tomar decisões drásticas. Aquele que conhece os seus limites aprende a por limites nas atitudes dos outros e passa a aceitar apenas aquilo que merece ter. Quem conhece a si próprio, ama e aceita suas condições, compreende seus limites e descobre o que é ou não aceitável, passa a exigir receber o mesmo amor e carinho que pode dar e não aceita menos do que merece ter.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thai Merelin

Tags