Desculpe a hora, deveria ter lhe avisado que estava de passagem, porém resolvi sair sem destino e quando menos esperava me deparei aqui, na porta da sua casa, observando para ver se você simplesmente aparecia.

Olhei algumas vezes para o celular, pensei em te ligar e pedir para que você saísse ou quem sabe te convidar para tomar um café, por mais que eu odeie café, ficaria olhando para aquela xicara cheia só para lhe fazer companhia – como fiz muitas vezes pela manhã, enquanto te observava e sorria. Será que se eu pedisse para sair essa hora da noite, você sairia? Aceitaria sentar na calçada e observar as estrelas, só para te ver sorrir.

Olho para o celular diversas vezes, procuro na agenda e nesse momento não sei se agradeço meu signo por ter me deixado o medo ali estacionado em mim, ou se levo em conta o meu ascendente e me jogo.

Porém não fiz, não tive coragem de enviar a mensagem, tocar a campainha, te convidar para um café ou quem sabe fazer nada, poderia ter aproveitado a deixa que já estava ali na porta.

Mas deixa para outra vez, quem sabe não apareço na sua porta com aquele vinho que você tanto gosta, te surpreenda e veja o seu sorriso, nem que seja só mais uma vez.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Andressa Leal

Tags