Pise firme. Deixe o passado. Carregue como lembrança, não use como arma para o futuro, use como escudo. O tempo passa, precisamos sair do apego desnecessário. Precisamos nos abrir aos incômodos porque às vezes o acomodar vira o jogo e se torna pior do que a inquietação que já estava ali. Mude. Veja de outros ângulos. Respire fundo. Mire.

Seja inteira, seja sua. Tire dos outros a culpa de suas frustrações, se responsabilize mais por suas escolhas. Erre, erre bastante, aprenda, levante. Chore o quanto tiver que chorar. Beba, beba o quanto quiser e der. Dance até os pés pedirem pausa. Não tape a boca quando for gargalhar. Deixe que saibam que segunda-feira você vai trabalhar empolgada, que domingo é seu dia preferido da semana. Deixe saberem que nem sempre você vai trabalhar feliz, que às vezes está tudo uma merda e você só quer pedir pro mundo parar alegando que precisa descer. Que mal há nisso? Passe o relógio do pulso esquerdo para o direito, troque a posição de sua cama, mude as roupas de lugar, corte e pinte o cabelo daquela cor que você já queria mas nunca teve constância. Desacostumar-se não é ruim. É novo. É começo de outros ciclos.

Hoje, esqueça o ar-condicionado do carro, abra os vidros e deixe o vento bater no rosto, deixe a possibilidade de um grãozinho de terra irritar o olho. Deixe o cabelo voar. Erre e aprenda. Vista-se de sua verdade, seu amor, sua alma. Voe, o momento é teu. Seja tua própria paz. Espere o melhor, não tenha medo. Arrisque. Abra a porta para o novo, o agora. Olhe mais para dentro, faça mais por você. Na viagem ninguém caminha só. Coragem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thais Oliveira

Tags