Não estamos aqui para julgar quem errou, todos sabemos que fui eu. Mas se quiser, podemos passar uma borracha em meus erros e termos um novo começo. É difícil esquecer que eu estraguei seu aniversário por ser problemático e um pouco ciumento. Mas se você lembrar que eu sou f…na cama, moça, tenta voltar atrás?
Se você quiser eu me reapresento, nego mais uma vez todos os colares de carnaval, deixo suas amigas baterem foto de a gente se abraçando sem eu saber.  Apareço em um evento do seu trabalho, de terno e gravata, para no fim batemos mais uma foto para você guardar na memória. Quero ser o real motivo para ser a mensagem fixa no seu Whatsapp e o seu sorriso fácil de tudo de bom que a gente passou.
Posso montar mais uma festa dos amigos e estampar a logo do meu trabalho nele. Podemos andar por aí, cumprimentando todo mundo, até o momento que eu chute um ferro e minha canela fique modificada para sempre, como está hoje. Sou capaz de contar cada uma das 5000 piadas sem graça que eu fiz pra você rir e todas as vezes que fomos ranzinzas um com o outro.
Admito que errei, tirei nosso bem mais precioso, um fruto de lealdade que temos um com o outro. Mas quero reiniciar todos esses momentos ruins pra te mostrar que eu sou um novo cara. A posessividade e o desejo de morte não fazem mais parte da minha vida.
Vamos sair? Contar sobre nossa vida, sem deixar amarras pra trás, falar do que agrada e o que desagrada. Se tiver um palco onde formos, juro que peço por uns cinco minutos de stand-up para te contar umas piadas novas que escrevi e que logo você vai contar do seu jeito meio sem-graça mas totalmente encantador.
Eu te amo, por mais que meus amigos façam chacota, eu não estou nem aí. Quero ser o casal legal do rolê e da oração. Aliás, você não sabe como eu aprendi a rezar todos os dias para te ter de volta pra mim. Quero te ouvir dizendo me abraça, quando você escolhe aqueles filmes que muitas vezes colocam minha masculinidade em dúvida.
Mas não me culpe se eu beijar seu pescoço, é que o cheiro do seu cangote, princesa, me traz todas as lembranças de nossa história de amor, que se você quiser, conto para nossos filhos em um estilo How I Met Your Mother que a mãe não morre.
Mas se eu pedir, me cuidar, nos cuidar e nos ajudar, tu volta?
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Dinho de Oliveira

Tags