Eu só queria que você me escutasse. Que ouvisse o meu silencio quando não digo nada. Queria que você reparasse nos meus passos se distanciado do teu abraço cada vez que você me abraça como se eu fosse qualquer coisa.

Todo dia eu desejo que você compreenda os meus desejos e me faça gozar. De alegria na vida, na cama. No prazer de ter alguém por perto que eu tenho a certeza que vai valer a pena continuar.

Eu só queria ser vista por você e que você sentisse alguma coisa. E mesmo depois de tudo e do meu coração ser machucado como um papel vazio tantas vezes e jogado na lama por você, eu ainda te amo.

Todas as noites eu rezo para que você mude. Uma reza com mais amor do que esperança. Com o amor que ainda resta dentro do meu peito dilacerado. Pela minha alma desacreditada em tudo que vem de você.  Você se tornou a mentira mais presente entre todas as minhas verdades.

Eu queria que você entendesse, com essa sua cabeça dura, que uma hora isso tudo vai passar e eu vou cansar de tudo e de você. Que eu estou aqui, mas não porque eu acho que eu mereça. Nem porque eu acredito que vale a pena.

Eu ainda estou aqui só porque me falta coragem. Por enquanto. Porque essa coragem tem chegado todos os dias. Quase toda hora, como um conta contas, eu sou inundada pela coragem de ir embora. Pouco a pouco. E uma hora ou outra, vou sair pelo mundo e encontrar todas as verdades que eu escondo de mim ao olhar pra você.

Eu queria que você soubesse que daqui em diante já não tem mais volta. Mesmo que me escute, que me note. Que sinta o meu abraço desesperado.
O barulho estrondoso da porta se fechando você não ouviu na hora que deveria. Ali, talvez, eu poderia hesitar. E olhe que eu nem fui completamente embora.

Mas eu vou. Eu queria que você acreditasse. Eu vou embora.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Edgard Abbehusen

Tags