Ela esperou o tempo passar. Ela acreditou que o tempo poderia se encarregar de mudar esse sentimento que tanto fez o coração dela doer. Ela só fez esperar. E enquanto espera, viveu. E enquanto vivia, cresceu.

E crescer fez ela notar que a vida é tão curta pra se preocupar com problemas pequenos e pessoas que tinham todos os motivos para permanecer ao lado dela, mas mesmo assim preferiram partir. Essas partidas doeram e marcaram o coração dela, deixaram um buraco que o tempo transformou em uma cicatriz que sempre quando é lembrada, diz o quanto ela mudou.

E ao olhar para trás ela segue sem saudades alguma do que já foi um dia. E ao olhar pra si? Se encontra tão apaixonada pela mulher que se transformou que não sobra tempo pra mais nada. Deixou de lado as lágrimas, resgatou os sonhos, vestiu-se com uma baita vontade de viver.

A incerteza do amanhã parece tão complexa que muitas vezes preferimos estagnar nas amarras de um passado seguro unicamente para não colecionar novas dores. Mas foi enfrentando os meus medos e colocando sal nas feridas dela que conseguiu reconstruir sua essência – que já estava cansada de todos que por passaram e não se deram o luxo de ficar.

O adeus machuca, o desdém maltrata, a indiferença é uma navalha afiada, e todos os sentimentos que afetaram-a hoje se tornaram antídoto para os males que possam querer atingi-la. Ela está protegida, anda de mãos dadas com aquele velho sentimento de paz restabelecida, e agora ela tá é com preguiça de gente séria e fugaz.

Ela quer apenas um filtro do sonhos carregado dos melhores e mais intensos sentimentos que possam existir, afinal, a alma dela é feita de recomeços e ela está pronta para ingerir uma nova dose de vida. O tempo curou as feridas e ela recomeçou. A vida segue, e ela resolveu seguir também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Re Vieira, Steph Almeida

Tags

,