Naquela noite tu estavas especialmente linda. As luzes coloridas que percorriam sem medo o teu rosto transformavam teus olhos verdes em faróis hipnóticos. Teus olhos são assim, sabe? Quando encontram os meus, parecem emitir força magnética. É uma mirada que não se ignora. Foi assim desde a primeira vez que teus olhos cruzaram, sinceros, com os meus.
A noite estava bonita, os amigos eram muitos e a gente parecia conectado como nunca.
Foi então que a música começou. E eu te convidei pra dançar. E tu fizeste aquela cara de “ah, hoje não” que te deixa mais linda ainda. E duas músicas depois, estávamos juntos na pista.
Ainda que estivesse próximo de ti, me permiti abrir bem os olhos pra te entender inteira. Me dar conta da sorte que eu tinha em compartilhar mais aquela dança, aquela noite, aquela vida contigo.
Desejei que tu fizesses de mim tua pista e a desbravasse com teu sorriso que dança com uma limpeza de movimentos inacreditável.
Fechei os olhos pra sentir cada fragmento daquelas horas. Em prece silenciosa, eu repetia:
Dança, linda.
Deixa as luzes te revelarem sorrindo pra mim, dizendo sem palavras que está feliz de estar comigo. Feliz de estar. Feliz.
Dança, linda.
Eu te leio sem escrita. Não por ter habilidade especial. É que tua alma é transparente o suficiente para que a mais precária sensibilidade te detecte.
Dança, linda.
Fica bem junto de mim e transforma essa dança num abraço. Longo. Demorado. Sincero.
Dança, linda.
E faz eu sentir que a minha vida é tão precisa e perfeita quanto os compassos pelos quais eu te carrego nos braços, em círculos exatos, na festa linda que tu fizeste no meu coração.
Dança, linda.
Pra sempre.
Em mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Júnior Ghesla

Tags