Quando você consegue enxergar os arranhões espalhados pelo joelho, é capaz de lembrar-se que em um determinando momento da vida você caiu e machucou-se feio, pode ser que tenha ficado durante algum tempo pisando em falso, com medo de cair novamente, isso é normal.

E no momento que a gente se quebra, percebemos que no chão pode ser tirado diversas lições, aprende que alguns passos quando dado com muita distância nos machuca, entende que se jogar sem medo nem sempre é o mais seguro.

Compreendemos que muitas vezes é necessário um cuidado sem tamanho com o coração, porque por mais que não tenhamos medo de sair escancarando sentimentos, o cuidado algumas vezes se faz necessário.

E depois de muito tempo, compreendemos que quando nos quebramos, aprendemos. Somos capazes de tirar lições que nunca imaginávamos, criamos um amadurecimento sem tamanho e necessário.

O coração cria uma defesa, os joelhos já começam se acostumar com os tombos e ás lagrimas não caem mais com tanta facilidade, o lado bom de quebrar-se é esse, as lições que a vida dá, os tombos que começamos evitar e as lágrimas que não ousam mais rolar.

Como diria a música “Cresça, independente do que te aconteça…” portanto, cresça sempre, independente do que venha acontecer, as lições são necessárias e ás dores algumas vezes involuntárias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Andressa Leal

Tags