O problema, menino, é que desde a primeira vez que ti vi já sabia que algo especial existia ali, naquele teu olhar meigo, no teu jeito doce de conseguir fazer eu me sentir a vontade mesmo com as milhares de borboletas que habitavam o meu estômago. Algo em ti era diferente e eu não sabia dizer o que, apenas que foi isso que me cativou instantaneamente e fez eu te amar a partir do momento que nossos olhares se cruzaram e que nossa respiração se juntou. Antes mesmo do primeiro beijo ou daquele toque gostoso que hoje faz minha vida melhor. Já era tu muito antes de ser e nós dois já existíamos antes mesmo de nos conhecermos. Fomos destinados um ao outro e é por isso que nem todos os obstáculos do mundo foram capazes de tirar-te de mim.

Quantas vezes eu te vi partir. Te vi distante, na vida de outras pessoas enquanto a minha estava tão vazia. Olhei e observei de longe a tua suposta felicidade em outros braços no mesmo momento em que tudo que os meus queriam era te aquecer naquele frio de junho. Eu chorei e me desesperei, pois ainda não sabia que tudo na vida tem um propósito e para mim não te ter naquele exato momento, era o fim e a certeza de que estaria devastada.

Mas a verdade mesmo, cá entre nós, é que nunca estivemos totalmente distantes. Nossas vidas estavam sim seguindo caminhos diferentes, mas nossos corações e nossas cabeças não deixavam fugir o fato de que algo a mais tinha que acontecer. Ao mesmo tempo que pedia para tu ires, torcia para que voltasses, mesmo não sabendo o que fazer quando o mesmo acontecesse, mas queria que insistisse em mim. E tu sempre fez isso. Por mais que nosso jeito meio sem jeito tenha atrapalhado e talvez estendido um pouco o processo. Tínhamos medo e um receio da felicidade. Queríamos a mesma coisa e ao mesmo momento, mas sem conseguir transformar aquilo em palavras. No entanto em alguns casos elas não fazem tanta diferença assim, quando dois corações conseguem se falar de longe e saber mesmo sem querer, o que o outro está sentindo. E por isso, mesmo com todas essas reviravoltas, podemos gritar para o mundo que:

Estamos juntos!

Estamos juntos porque ficou claro que a vida de um não fazia sentido sem o outro. Porque nos passeios do final de semana, a tua companhia já era essencial e mesmo sem perceber todos os nossos planos já eram em conjunto. Estamos juntos porque o destino existe e nos colocou frente a frente no momento certo, trouxe todas as dificuldades e percalços para fazer cada momento ao teu lado ser precioso e que a cada novo obstáculo, não falte amor para continuar. Tudo isso veio com um principal objetivo, nos fazer olhar para traz repetindo a seguinte frase: se for pra ser, será!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Nathaly Bonato

Tags