Teus olhos são estrelas-guias
Gêmeas e de igual grandeza.
São fiéis espelhos da rara beleza
Que há entre o cinza destes dias
Teus olhos são o farol na tempestade,
O que me guia através do revolto mar.
Teus olhos são a única verdade
A qual eu me atrevo a acreditar.
Neles expurgam-se minhas tão impuras
Falhas e me torno o mais terso mortal.
Teus olhos lumiam minhas noites escuras,
E sequer precisam ser claros para tal.
Nada pode-se comparar ao seu encanto
E, portanto, são inúteis os versos neste papel .
Entretanto, devo dizer que o próprio céu,
– Em inveja e covardia sem tamanhos –
Pintou-se de azul só para não ter de competir
Com o teu par de olhos castanhos
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Douglas Cordare

Tags