Vem, bate aqui na porta da minha casa as 3h00 da manhã dizendo que os devaneios sobre nós não te deixaram dormir em paz. Diz que porta retratos com nossa foto na estante do teu quarto ficou te encarando e levando de vez qualquer resquício de sanidade ainda  presente no teu corpo e na tua mente. Não precisa ser romântico e fazer juras de amor. Só fala o quanto sentiu falta do meu toque, da minha força e do meu calor. Diz que sempre que alguém chega perto tu imaginavas e sentes a minha presença levando embora o teu juízo que nunca foi muito, que o meu cheiro de longe ainda te deixa louco e que no fogo dos momentos bons, é a minha companhia que tu desejas para saciar a tua vontade de amar. Só sejas sincero e leva do meu peito essa angustia de não te ter aqui comigo, colado no corpo e na minha alma nua e crua.

A tua falta é constante. É louco o que sinto ao sair e saber que tu não estarás no barzinho de sempre me esperando com minha bebida preferida na mesa. Não sentir a tua magia, o teu envolvimento, o nosso amor frenético, teu beijo magnético. Olhar para o lado e não te enxergar, não te ter e não ter noção de onde tu estás.

Por isso peço para que venhas. Sem avisar, assim de surpresa. O teu biscoito preferido está no meu armário só esperando a campainha tocar. Vou preparar um café (para você chá) e então poderemos falar de nós como duas pessoas de verdade, sem joguinhos de ver quem se importa menos ou quem superou mais rápido. Vem com emoção e sentimento. Não espera eu abrir a porta e já me abraça com toda a força que tu guardaste todo esse tempo em que estivemos longe. Fica ali com os braços em volta do meu corpo o tempo necessário para saciar o desejo escondido e adiado dos nossos corações que irão chorar ao sentirem a intensidade no toque um do outro.

Vou ser transparente como talvez nunca tenha sido na vida. Vou olhar nos teus olhos e deixar a minha felicidade em te ter ali falar por mim. Não quero perder tempo com besteira, não quero falar do depois. Preciso que sejamos apenas eu e você, somente os nossos sentimentos sincronizados e no mesmo tom da música que estará de fundo. Vai ser o nosso momento, o primeiro depois de vários, o último antes de tantos pelo resto de nossas vidas.

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Nathaly Bonato

Tags