Quando todo o meu jardim é frio
E não há mais em mim qualquer brio,
Em pensamentos a trago para perto
Ela, que torna luz tudo quanto é incerto.
E como se fosse a estação das flores,
Ela faz desabrochar os meus amores
E florescer cada semente de sonho
Escondida em meu peito tristonho.
Ela é o calor além dos invernos.
Sequencia eterna de momentos eternos
Que ao seu toque faz tudo mais brilhante.
Aquele que falou da Primavera
Sem antes ter visto o teu semblante,
Sem dúvidas, falou sem saber o que era.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Douglas Cordare