Eu te implorei. Liguei, toquei sua campainha, mandei mensagem no facebook, WhatsApp e apelei até para o sms. Enquanto ficava sabendo que você estava em mais uma festa, bebendo, curtindo e sorrindo, eu estava deitada na cama, sofrendo e chorando. Enquanto via suas fotos nas redes sociais, cercado de mulheres e parecendo levar a vida que sempre desejou, eu estava lendo textos que pudessem me aliviar, esperançar e espairecer. Enquanto você enchia a boca para dizer que não me amava mais e que eu tinha sido um passa tempo para você, eu enchia os olhos de lágrimas e afirmava sem medo que tinha me entregado como nunca e acreditado que era verdadeiro todo o sentimento que você dizia me dar. 

Foram dias, semanas e meses ouvindo que eu precisava dar a volta por cima. Que eu precisava virar a página e te esquecer. Mas eles não tinham ideia da dor que eu sentia e de como meu mundo se encontrava naquele momento. Ninguém fazia ideia do vazio que você tinha deixado ao sair de minha vida. Eu achava que não ia passar nunca. Que eu seria daquelas pessoas amargas, que não veem sentido, tampouco beleza na vida por ter perdido um grande amor. Mas, no meu caso, um falso amor. 

Mas eu não tinha perdido você. Eu tinha me perdido. E para me achar, foi difícil. Árduo. Dolorido. Mas foi possível e necessário.  

Eu precisei que você me olhasse nos olhos e dissesse:” eu não te quero mais”, para poder me olhar no espelho e dizer: “eu preciso de você e preciso te querer”. Tive que buscar ajuda de todos os lados. Amigos, família, terapia, arte, cachorro… tive que encontrar forças em cada coisinha para entender que você ter saído de minha vida foi a melhor coisa que podia me acontecer. Eu recebia suas migalhas e achava que era o que eu merecia. Recebia seu amor indeciso e achava que era lindo. Mas lindo mesmo foi me encontrar e perceber que a gente não precisa de ninguém que não faz questão de nossa presença. Lindo mesmo é cair na real e conseguir deixar para trás alguém que te prendia no sofrimento. Lindo é ver aquela pessoa pela qual você passou dias e mais dias na fossa e ao invés de sentir dor, sentir somente vontade de dizer: Obrigada! Você foi meu pior romance e minha melhor lição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Ana Luiza Santana

Tags