Ei, pra que a pressa? Se estica aí no tapete da sala enquanto vou buscar algo pra gente beber e prolongar um pouco o papo. Não chega com tanta sede de ir embora não, moço. Por favor. Fica um pouco mais… Eu senti tua falta. Estava com uma saudade danada tua, daquele jeito, sabe? Achei que com o tempo me acostumaria, mas quando se trata de ‘saudade’ o tempo é o pior dos remédios. Tem jeito não. Então, por favor, não vá embora tão já. Fica mais um pouquinho, me conta da tua vida, dos novos planos e do andamento daqueles teus planos antigos.

Quero saber o que te arranca esse sorriso bonito, quais músicas que você anda ouvindo e que rotina você resolveu abraçar. Sei lá, qualquer coisa, sabe? Só pra esticar nosso tempo – que sempre foi curto. Eu tinha esquecido da delícia que é desfrutar tua companhia e como eu sempre fico querendo mais. Não precisa chegar perto, nem oferecer aquele carinho que eu gosto. Eu te deixo sentado aí enquanto eu fico do lado de cá, só te olhando, daquele jeito sem te encarar, sabe? Mas fica. Me deixa sentir o tom da tua respiração mais uns minutos, me deixa ouvir o som da tua risada moleca, me deixa só desfrutar tua companhia, como nas tardes de silêncio que a gente tinha.

Eu até tento entender essa tua urgência em sumir tão logo você chega, mas não consigo juntar justificativas plausíveis. É que a minha vontade tua é maior do que todos os poréns da vida. Vou te confessar que tinha me acostumado com o silêncio da tua ausência, mas foi só você chegar com esse teu jeito menino pra me mostrar que eu não me acostumei nadinha. Você bordou um sorriso que estava esquecido e deixou o peito quentinho de felicidade, sabe como? É coisa tua isso, de deixar meu dia ainda mais bonito só por ter tua companhia.

Então fica. Só um pouco mais. Só para eu absorver mais de ti para passar os próximos dias de distâncias, ausências e silêncios. Fica para dar mais vida e cor para a saudade. Fica para que eu volte a ter todos os teus detalhes. Fiz suco. Fica?

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

  1. Leio alguns textos seus, mas somente agora parei para refletir algum. E que sensacional!
    E agora sou eu quem diz: “Fica?”… Risos.

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Mafê Probst

Tags