Eu sei que é difícil.  Você não consegue largar os seus contatinhos. Não consegue deixar de ser contraditório. A mentira é o seu forte. Parece que você, além dos braços e peitos, malha as suas mentiras na academia e alimenta a sua cara de pau com whey protein. Você se supera na babaquice. Na loucura de tentar me fazer de louca quando fico de frente com quem você é de verdade.
Só que dessa vez, cara, eu não vou ceder.
Já fiz demais por nós dois e cansei de tentar procurar em você aquilo que nunca existiu. Antes, eu achava que você escondia. Que você não queria se apegar. Que você iria mudar.
A gente fica idiota mesmo quando se apaixona.
E eu me apaixonei por você e foi foda lidar com isso, porque eu sabia quem você era. Insistindo, queria mais. Lutei por isso. Fiquei mais tempo do que as outras. Só que as outras nunca deixaram de existir nas nossas vidas.
Sim, nossas vidas.
Quando a nossa relação ficou séria, você me colocou na sua confusão. Se disse apaixonado, dedicado e até inspirado a falar e a fazer coisas lindas.
Foi bom. Fui feliz, por alguns momentos, claro. Tinha ao meu lado alguém que eu queria que ficasse só mais um pouquinho. Queria fazer a diferença na sua vida e, na minha cabeça romantizada, iria te transformar.
Então eu ia me esforçando e você aprontando. Uma, duas, dez vezes? Acho que mais algumas. Outras tantas que nem fiquei sabendo.
O que eu sei é que você foi escroto comigo. Eu permiti isso. Pode jogar na minha cara que eu já sabia quem você era quando deitei na sua cama e te dei mais do que você merecia.
Era só sexo e eu sentia amor.
O bom é que uma hora a gente aprende. As duras penas e com muitas lágrimas aprende, sim.
Até  se libertar, sabe? Daí não adianta mais você dizer que vai mudar, que foi mentira, que vai ser diferente e me levar pra cama só pra me mostrar a única coisa que você sabe fazer direito.
Olha, nem mágoa eu sinto. Sinto pena. Quem sabe um dia você aprenda que é hora de crescer.
Já entendi que é mais fácil ser quem você é, do que você ser homem.
Paciência, paz e tchau.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Edgard Abbehusen

Tags