E já faz seis meses. Nem parece que tem tanto tempo assim. Nem parece que já faz esse tempo todo que cê se foi, que eu me fui, que nós deixamos de existir.

Queria entender os motivos dos finais não tão felizes, como foi o nosso. Que dolorido foi nos primeiros dias, primeiras semanas, mas estamos aqui, hoje, de pé. Não mais juntos, mas de pé. Nem sei pra quem foi mais fácil, ou melhor, menos difícil, se reerguer primeiro. Não que seja uma competição, longe disso. Na verdade, nem sei se conseguimos nos reerguer e nem sei se estamos de pé de verdade ou se apenas estamos escorando em algo para não cairmos de vez.

Seis meses se passaram e parece que foi ontem que tivemos nossa última briga e cada um seguiu pra um lado, seguiu em frente, porquê era o único caminho que tínhamos que seguir. E eu sei que doeu. Doeu, porquê ainda existia amor. Doeu porquê o orgulho foi maior que a gente e nos engoliu por inteiro. Doeu porquê a gente podia estar juntinho de novo e tá cada um pra um lado, esperando, ao acaso outro vim pra fazer par. Esperando alguém que seja tão especial como cada um de nós fomos para cada um de nós. Mas é difícil encontrar alguém igual a gente para se relacionar, é difícil, porque ainda tem amor, mas também, ainda tem orgulho. E nenhum dos dois tá disposto a admitir que errou, que ainda ama, que quer de volta mais do que tudo nessa vida. Nessa vida que está tão complicada pra gente, pro nosso amor.

Hoje fazem seis meses que estamos matando aos poucos a coisa mais linda que já possuímos: nosso amor. Ele está sendo metralhado, pisoteado, espancado a cada ignorada que damos um pro outro e aos seis meses de silêncio que nos calaram.

Que o nosso amor sobreviva, que ele se salve, porquê eu tô morrendo a cada segundo, minuto, tempo que passa. E eu sei, que mesmo mergulhado em orgulho, tu também está.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Saulo Falcão

Tags