Os dias passaram, se foi um ano, dois e eu não saí do lugar para te fazer voltar. O tempo passou, os segundos dos nossos abraços evaporaram e nada de eu te encontrar… Novamente.

Éramos assim, um casal meio indecifrável aos olhos estranhos, mas completamente únicos para nós. Fazíamos planos de viagens ou de qualquer outra coisinha besta, mas que era nosso e isso mantinha valor inigualável, nos tornando tudo o que eu sempre quis e fiz questão de perder, por erros fúteis e ingênuos que me custaram uma vida, um coração ou pelo menos um pedaço dele.

Só sei que não tem como entender. Quando acordei já não senti mais o teu calor e teu beijo tinha então perdido o sabor. Não vi o tempo passar e muito menos suas malas sendo arrumadas. Estava entretida procurando um motivo para acreditar que nosso amor ainda poderia dar certo. A esperança durou até o ultimo olhar, que para falar a verdade, eu nem me lembro direito. Suas mãos saíram de volta da minha cintura e eu me senti sem um casaco no forte do inverno. Você deixou tudo para trás e azar de quem ficou, azar o meu.

Joguei no mar nossas lembranças e ideias planejadas. Limpei minha alma até então apaixonada e a tornei em uma parte independente de mim, porque depois que você se perdeu de nós, essa foi minha única opção, minha única saída no meio de tantas coisas desastrosas que me cercavam. Em momentos como este a mente viaja para lugares assustadores e me faz pensar em circunstancias absurdas e sem nexo, mas que no momento parece o adequado, o ‘’certo’’.

E assim, você foi meu amor perdido, a flor a qual a primavera me presenteou e a folha que o outono fez cair. Tu foste a minha absoluta certeza de que tudo existe, mas que nada é para sempre. Provou-me a dor da perca e me mostrou que a esperança mesmo sendo a última, morre um dia. Não tenho mais perspectivas de te encontrar, mas enquanto o meu campo de visão te dominava, te tive intensamente, talvez não cuidadosamente, mas como pude, como consegui. Tomei cuidado para te ter e sem perceber te perdi por ai.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Nathaly Bonato

Tags