Você andou apaixonando-se por algumas garotas por aí.

Ela está ficando velha, e almeja casar e ter filhos.

Você continuou preso em sentimentos falsificados criados por você mesmo.

Ela sempre foi fiel ao que sentia por ti. Só você não via isto.

Você continua só. Digo, por dentro.

Ela vai se casar daqui a duas semanas e vai terminar a sua faculdade de Direito.

Mas você nem sabia disto, nunca prestou atenção à tantas coisas que ela tentava lhe contar.

Ela quis tanto ouvir tua voz após telefonemas desligados. Ela quis tanto teu abraço após despedidas vazias. Ela quis tanto de ti, e você pouco se entregou a ela.

Você continua inventando sentimentos falsos, jogando inúmeros ” eu-te-amo ” pra fora de sua boca para garotas romanticamente burras. Mas no fundo-no-fundo, você sentirá falta dela. Vai sentir saudades dos carinhos dela, dos beijos suaves e viciantes, dos olhos cor de mel e do toque doce-suave que só ela tem.

Como diria o Hugo Rodrigues:

“Ela sempre será tua dor mais insuportável, será tua despedida mais demorada, e tua eterna saudade de algo que você nunca mais voltará a ter.”

Ela não podia lhe esperar pra sempre, entende o que eu quero dizer?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Pedro Ficarelli

Tags