Leia esse texto ao som de:

Hoje eu sentei na beira da cama e coloquei os pés descalços no chão. Olhei pela janela e vi o sol aparecer. A manhã estava fria. Inverno. Dei um gole no copo com água, que deixei no criado mudo, e voltei a cabeça para o travesseiro. É o primeiro dia de férias depois que eu pulei uma janela e saí da zona de (des)conforto.

A vida cobra. Todos os dias temos que fazer escolhas, e fazer escolhas implica em mudar algo futuro. A vida passa rápido. E quando a gente menos espera, ouve um estalo e a vida acaba. Tem momentos na vida que só você pode cuidar de você. Depois de um bom tempo, troquei meu campo profissional e troquei de curso na faculdade. Eu não era feliz. Abrir um sorriso para a sociedade, todos os dias, não significa que você é feliz. Felicidade é não precisar fingir um sorriso — é deixar que ele nasça sozinho e sincero.

Muitos apontam o dedo, mesmo em comentários que julgam inocente:

— Você mudou de curso? Trocou de emprego?  Por que? Quer ser pobre?

Me pergunto quando é que as pessoas vão começar a entender que riqueza e pobreza, nunca se tratou de dinheiro. Se alguém se sente pobre com o que faz, é essa pessoa que precisa mudar, não você.

Nunca, em hipótese alguma, deixe esse tipo de comentário tirar você do caminho que você escolheu. Se você errar, se você não se sentir feliz, troque de novo. Todo erro é uma oportunidade. Só não deixe de viver seu sonho porque alguém disse que é um sonho pobre. Às vezes acho que as pessoas andam tão frustradas com o que fazem e sem coragem de mudar, que precisam dividir isso com quem tem nos olhos o brilho da esperança de um recomeço.

Também pagamos pelo o que deixamos de fazer, por aceitar que o sonho do outro seja o nosso sonho. Se você se mantiver firme no que acredita, tudo é possível.

Deito a cabeça no travesseiro, fecho meus olhos e faço uma oração que me blinda. A única coisa que não quero ser é pobre de felicidade.

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

  1. Amei o texto!!!Refleti muito!Adorei!

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Fernando Suhet

Tags