Não importa sua crença e/ou religião, não importa se você acredita em energia humana, aura, alma, santo que bate ou santo que não bate (como traz o ditado popular). Nada disso inibe a ação que pessoas tóxicas podem ter na vida de qualquer um. E é preciso ter muito cuidado.

Elas estão por todas as partes e, algumas vezes, não teremos mesmo como evitar o convívio com elas. No entanto, precisamos estar atentos para não deixar que o convívio e o contato ultrapassem as barreiras e nos contamine. São pessoas manipuladoras, egoístas, invejosas, pessimistas, entre muitas outras coisas, que estão o tempo todo emanando negatividade.

Esse tipo de gente parece não sossegar até deixar tudo ao seu redor pesado, assim como se sente por dentro. Estão sempre contando coisas ruins e raramente, ou me arriscaria a dizer nunca, nos respondem um “e aí, tudo bem? ” com “sim, está tudo bem”. Não! Essas pessoas vivem com problemas impossíveis de serem resolvidos, com dificuldades no trabalho, casa, família, relacionamento amoroso, na vida. Nada anda e nada flui para elas. Sendo assim, querem nos ver da mesma forma. Não torcem pela nossa felicidade e, sempre que podem, colocam defeito em algo nosso.

Pare, observe e se cuide. Não podemos fazer muita coisa por essas pessoas, mas podemos fazer por nós. Por isso, é preciso criar formas de defesa. Aprenda a não lhes dar tanta importância, a não ouvir suas negatividades. Afaste-se sempre que puder, mesmo que aos poucos. Tenha cuidado com o que conta sobre sua vida, seja o mais reservado possível. E cuide do seu interior, da sua espiritualidade, de como se sente internamente. Cuide-se! E entregue as pessoas tóxicas nas mãos da vida, dos seres superiores. Não guarde ressentimentos, o fardo de ser tão pesadas e negativas, elas já carregam. Quer coisa pior?

Quando você aprende a reconhecer e a lidar com esse tipo de situação, as coisas tornam-se mais fáceis e você verá como é satisfatório fazer parte do lado de cá, que não se contamina e não perde a essência por coisas ruins que nos cercam. É um trabalho que exige paciência, mas é recompensador. Ser blindado nos possibilita a aproximação com o bem exterior e interior. E isso sim vale a pena. Sempre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Ana Luiza Santana

Tags