Você quebra a cara, levanta, se recompõe e quando acha que tudo está se ajeitando, o coração se perde novamente. É assim?  Se for eu vou te dizer uma coisa, pruma o corpo e segue moça. Eu sei que parece que todas as pessoas que se aproximam, vieram somente com o intuito cutucar o dedo na ferida e nada mais né?!

Pois é, eu queria realmente te dizer: – Olha, nem todo mundo é assim. – mas não posso. Não, não mesmo. A vida não é assim e realmente, em alguns momentos depois da montanha russa você ainda tem que enfrentar o carrinho de batida, o labirinto do terror e rezar para sair inteiro. Nem sempre a vida da trégua, as vezes parece que uma bordoada atrás da outra faz todo sentindo né?! Não, eu sei que não. Você se fica se perguntando, porque? Por que comigo Deus?

Eu sei que ora aos céus para que a tempestade venha pelo menos mais leve dessa vez, mas parece que qualquer oração é em vão. Bom, é justamente por isso que eu estou aqui. Eu sei que as vezes nosso guarda chuva não aguenta merda nenhuma, mas ainda assim você precisa seguir. Vamos lá, se programe para seguir moça. Engolir o choro, refazer a maquiagem e colocar aquele salto maravilhoso, são algumas coisas que poderão te ajudar. E veja bem, não há problema nenhum em abrir o sorriso e trancar o coração.  Trancar o coração também faz parte. É mais do que o momento de balanço, é a reciprocidade própria, afinal ninguém saberá lhe amar mais do que você mesma. Vamos, seja gentil com esse coração todo ralado ai.

A vida vai dando caminhos, vai abrindo estradas, mas a emoção de cada uma delas sempre dependerá única e exclusivamente de ti. Então todas as vezes em que estiver se recuperando e sentir que o coração vai se perder, olhe para si mesma, corresponda à você mesma. Porque sim, o medo dos velhos erros sempre te perseguirão, os olhares e os julgamentos alheios sempre existirão. Mas a verdade é que ninguém sabe de porra nenhuma melhor do que você mesma. Cada marca, cada joelho ralado, cada cicatriz, é você quem sabe. A verdade é que a vida é feito um trem bala realmente, e andar fora dos trilhos as vezes é só uma questão de sobrevivência, portanto, não se perturbe! Não se martirize, porque corações fechados também amam, de um jeito diferente? Sim, mas ama!

Mas oh, antes de qualquer coisa, não se esqueça: o seu melhor partido sempre será você mesma!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thamires Benetório

Tags

, , ,