“Quando o beijo é uma pessoa, o gosto vira saudade”

Eu fico imaginando qual é o gosto que teu beijo tem. Se o beijo vem embriagado de cerveja, meio doce, meio intenso. Se é possível sentir o gosto do suspiro de saudade, de vontade, de desejo. Sentir o gosto do silêncio. Se o beijo tem gosto de música, de rima, de verso. Eu fico imaginando qual é o gosto que teu beijo tem. Se tem sabor de pão de queijo, menta ou sorvete. Se é tequila, limão ou café.

Eu fico imaginando qual é o beijo que teu gosto tem. Se é de sotaque, de riso, de dança. Se é beijo de abraço, de mordida, de andança. Eu fico imaginando qual é o beijo que teu gosto tem. Se é de show, de violão. Ninando qualquer canção. Ou beijo d’aquela canção.

Eu fico imaginando qual é o gosto que teu beijo tem. Se tem gosto de menino, de moleque. Arteiro, sorrateiro. Feliz. Se tem gosto de liberdade, de céu azul, de sal. De sol. Eu fico imaginando qual é o gosto que teu beijo tem. Se tem gosto de segredo, de histórias. Gosto de vida.

Eu fico imaginando qual é o beijo que teu gosto tem. Se é beijo de fim de tarde, de pôr de sol. Se é beijo de chuva, de manhã, de preguiça. Se é um beijo tinto, de vinho. Da uva que quiser: Malbec, Pinot, Carménère.

Eu fico imaginando qual é o gosto que teu beijo tem. Eu fico imaginando qual é o beijo que teu gosto tem.

Eu fico gostando do beijo que só imaginei.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Mafê Probst

Tags

, , ,