Ela é doce igual fruta madura no pé. Claro, quando ela quer. Porque quando não quer, é mais amarga que chocolate 80%.
Eu não quero nada de extraordinário, só minhas mãos perdidas no cabelo dela num cafuné enquanto ela dorme recostada confortável no meu peito.
Eu até gosto dessa instabilidade que ela tem, desse 8 / 80, sabe? Que vai pro trabalho tão linda que atrai todos os olhares e quando chega faz minha camisa de pijama e dorme despretensiosamente. Que acorda e passa o sábado inteiro assim, sem se preocupar com nada, mal sabendo o quanto fica sexy, com o cabelo preso por uma caneta q ela achou na minha mesa e mordendo a ponta do óculos enquanto tenta lembrar de algo.


Aviso o Thi que não vou pro futebol porque apareceu um compromisso urgente! Tá bom que eu já dei essa desculpa mais vezes do que passou A Lagoa Azul na sessão da tarde, mas, cara! É a guria mais teimosa que tá pedindo com os olhinhos brilhando pra eu ficar ali, jogado no cama, num emaranhado de pernas e braços entrelaçados…
Eu sei que a vida é brisa passageira e talvez ela não esteja aqui amanhã quando o sol chegar, mas é com o hoje que eu estou preocupado. O nosso hoje, dia após dia.
São essas nuances e incertezas que me fazem ter certeza que é ela, porque eu sei que é amor…

Anúncios

Participe da conversa! 1 comentário

  1. Incrível! Parabéns!

    Curtir

    Responder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Diego Henrique

Tags

, , , , , ,