15/03/2017

Nós

Duas pessoas, dois corações, duas almas, dois sabores, duas melodias, um único sentimento: amor!

E o meu peito explode de emoção ao saber que transborda amor por ti. A minha alma ao se fundir com tua deixa de ser propriamente minha e em um piscar de olhos passa a ser sua, na mesma velocidade em que nossos abraços se juntam e nossos dedos se enlaçam, o meu amor passa a ser teu e eu, de alma nua e crua, somente tua.

Pois ao teu lado aprendi a enxergar a paz que todo mundo até então só soube me roubar. Porque contigo, minha vida ganha cor e o meu amor, sabor. Eu ganho simpatia ao te enxergar de longe com um sorriso aberto e exalo carinho e ternura no olhar ao te ver passar. Desculpa o vexame, o exagero e as cantorias no meio da rua, mas fui feita para amar e nessa loucura toda, só quero agradecer aos Deuses por te encontrar.

Oh, meu amor. Parte de mim, do meu coração que bate fora do peito. Se não for te pedir demais, fica do meu lado até o mundo acabar, até o apocalipse zumbi chegar. Não me abandones no inverno e no verão sejas meu mar. Aguenta o tempo ruim abraçadinho em mim e quando as lagrimas caírem, limpe-as com o teu toque único, pois só de te sentir saberei que estou segura e que vale a pena sorrir. Faça parte da minha vida, da minha história e se não gostar da minha forma de escrevê-la, vamos juntos criar um novo capítulo sem fim para nós dois.

Sei que merecemos e que teremos o mundo todo em nossas mãos. Fomos feitos para isso e nos encontramos para conquistarmos um ao outro em uma escala de amor eterna. Nossos corpos desejam ser mais, nós desejamos ser além e seremos mais do que qualquer um acreditou (ou duvidou). Vamos provar não para todos, mas para nós mesmos que o amor pode ser mais forte que qualquer coisa, que ele chegou aqui, para nós dois, pois sabia que em nossas almas formando uma só seria o seu melhor abrigo.

Seu melhor abrigo, meu melhor amigo, meu amor, minha paixão. Fomos reinventados ao olharmos um para o outro e sentir afago, medo e prazer. Medo de não sermos o suficiente, mas ao mesmo tempo sabendo que para ser o bastante, só bastava ser ali, entre você e eu, em uma só sintonia, em uma só melodia. Nós dois sem o mundo, o mundo ganhando um nós.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Nathaly Bonato

Tags