Me ensina a sentir saudade do teu cheiro, da tua voz, dos teus carinhos. Me ensina a sentir falta das suas palavras de conforto em momentos tristes. Me ensina o que é amar e a te amar de novo.

Não nego que te amei, que me entreguei, que fiz de você minha casa, meu porto seguro, meu pedacinho de céu na terra.

Te amei de verdade, a cada dia que eu me despedia com um Eu te amo e até mais tarde, ou quando te ligava de madrugada dizendo que estava louca de saudade. Foi tudo real, eu não precisei mentir, estar com você era o que me fazia feliz, era o que me ajudava a encarar os dias difíceis, pensar que você estava me esperando com um xícara de café e o novo episódio da nossa série favorita era o que me dava forças para não jogar tudo pro alto, para não chorar entre um intervalo e outro.

E todas as vezes que eu precisei de apoio, mesmo quando eu não estava tão certa assim, você estava lá comigo, me ajudando a enxergar as coisas como elas realmente eram. Porém algo mudou, você mudou, eu mudei, não tenho certeza.

Só sei que aquela excitação, aquela vontade louca de pular os carros no trânsito e correr para os seus braços, aquela desejo de não fazer mais nada a não ser estar com você, sumiu.

Uma parte de mim quer ficar, enquanto outra quer voar. Uma parte de mim quer te amar 3 vezes mais do que amava antes, enquanto a outra só enxerga os laços de amizade que criamos. Se eu pudesse escolher eu te amaria, eu nunca deixaria que as coisas chegassem a esse ponto. Eu quero te amar, mas isso não basta, eu descobri da pior maneira possível que a vida é curta e que meus sonhos são infinitos. Entre te amar e me amar eu escolhi o meu coração, que me manda viver o impossível.

Se eu pudesse escolheria você, escolheria ficar com você nas tardes quentes de domingo e nas madrugadas frias de agosto. Escolheria fazer milhares de maratonas de séries só pra ficar mais tempo com você.

Mas meu coração já voou, e eu sei que para voltar a te amar, eu preciso alcançar ele primeiro. E só quando estivermos juntos novamente, eu poderei voltar a ser quem eu era, na verdade nunca mais serei como antes, mas poderei ser melhor. E para me tornar melhor, primeiro preciso ser egoísta a ponto de dizer adeus para a melhor pessoa que eu já tive junto a mim, você. Mas ainda tenho esperança de que o adeus será transformado em até breve. Pois quando dois corações foram feitos para se completar, eles sempre vão ser reencontrar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Tamara Pinho

Tags