Até que ponto acreditamos ter o poder de conseguir fazer aquilo que é visto como improvável, e conquistar o que queremos, mesmo que as chances sejam mínimas? Ontem tivemos um exemplo de que podemos alcançar a vitória em nossa vida mesmo que a probabilidade seja pequena, num curto espaço de tempo. Mesmo quem não gosta de futebol, mas acompanhou o jogo entre Barcelona e PSG(Paris Saint-Germain) pela Champions League, viu que a superação daquilo que é tido como pouco provável é alcançável quando temos a vontade de vencer, e quando puxamos a responsabilidades para nós. Ronaldinho Gaúcho em sua época áurea de Barcelona já dava exemplo disso quando dizia mais ou menos assim: “Toca a bola pra mim e pode passar, que eu dou um jeito de te colocar na ‘cara’ do gol. ” Ou seja, chamava toda a reponsabilidade do time para si. Exemplo este que foi seguido ontem por Neymar, que na falta de protagonismo de Messi, puxou as rédeas do time, quando todos já haviam desistido, e tratou de colocar a bola no seu devido lugar. Assim, contagiando a equipe com um espírito vencedor, e alcançando o objetivo que era uma virada histórica, que de fato se tornou.

Erramos muitas vezes por esta falta de protagonismo na vida. Tomar um caminho rumo à um objetivo requer que tenhamos um autocontrole para manusear nosso barco diante das tempestades. Barreiras tidas como impossíveis de ultrapassar sempre irão ergue-se diante de nós. Neste momento, o desafio demonstra quem está empenhado, e compromissado com o seu propósito de vida. Sei, é desanimador quando as circunstâncias não são favoráveis, e cada momento a impossibilidade se agiganta. Mas penso que assim como em 7 minutos uma virada em um jogo de futebol pode acontecer, a sua vida também pode ter uma reviravolta. Basta que tenhamos fé e tomemos a atitude de buscar essa virada. Neymar dizia assim, uma semana antes do jogo: “Eu houver 1% de chance, teremos 99% de fé. ”

Outro ponto importante do jogo do time Catalão foi a paciência com que trataram a partida, mesmo quando o momento pedia pressa. Quem conhece a filosofia de jogo do Barcelona, sabe que o toque de bola sempre foi uma característica da equipe. Aquele jogo paciente, na espera de uma oportunidade para alcançar o gol. Isto serviria também de exemplo: temos que caminhar com paciência na espera de uma oportunidade de conquistar aquilo que queremos. Bem como, temos que estar preparados quando esta surgir.

Não, o futebol não é só um jogo. Além do entretenimento, podemos tirar bons aprendizados, trazendo-os para nossa vida. Então, lute por seus objetivos, pois quando conseguir, a felicidade será semelhante àquela dos torcedores do Barcelona, quando este conseguiu fazer história numa das maiores competições do futebol. Assim como você também fará na vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Jhonata Santos

Tags