Tanta coisa que a gente guarda e não fala… Tantos desejos que guardamos e não expomos. Às vezes tão grandes e inusitados, e outras vezes, grandes pela simplicidade e valor que tem.

Queria mesmo era sair sem rumo e parar pra admirar um horizonte diferente ao seu lado. Queria acordar às 12h e almoçar às 17h, quebrando a rotina que teríamos. Te raptar pra um cinema na quarta-feira, depois de horas trabalhando. Segurar sua mão e pularmos de uns sete metros de altura, gritando feito crianças e caindo dentro d’água. Deitar na grama do parque e ficar olhando o céu, até a luz fazer os olhos doerem.

Sair, andar, viajar, dormir, descobrir, experimentar… Uma vida de desafios. Ah, é o que eu queria!

Ter ao meu lado quem me faça crescer, quem me evolua, acredite em mim e queira dividir cada momento. E eu queria ser segurança, cúmplice, seu ponto de apoio e impulso. Quem também te ajudaria a ser ainda melhor. A ser o que sonha, a conhecer o que guarda no coração.

Eu queria o laço forte do amor, da amizade, do companheirismo, da intimidade. Eu queria caminhar ao seu lado todos os dias e de mãos dadas dizer: Vamos em frente! Pra onde for. Juntos. Dispostos. Vamos viver, Amor!

Eu queria ser o que traz felicidade. O que te transborda, o que soma, o que te faz sorrir. Ah, eu queria… Queria ser sua vida e te transformar em minha vida. Queria te dar mais de mim e receber mais de você. Queria ser… Estar, ficar, permanecer. Em par.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Yulle Marques

Tags