Na verdade eu tenho tanta coisa pra dizer, mas minha escolha hoje não é você. Hoje, eu não escolhi você. Parece estranho eu sei. Eu tenho deixado um “não”, por toda parte. Eu tenho feito isso, porque única e exclusivamente tenho deixado um “sim” em você. Mas hoje, eu não escolhi você. É, hoje eu escolhi um novo caminho.

Sei lá, acho que preciso me desintoxicar disso. Sim, me livrar de você e disso tudo aqui. Você todo feliz sorridente (confesso que eu ainda sou apaixonada no seu sorriso), e eu aqui me sufocando com isso tudo e todas as outras coisas que preciso dar conta diariamente. Não me leve a mal, mas não acho justo. Não acho que vale a pena, quando a gente se sufoca sozinho. Eu poderia me afogar nessa nossa história, mas se suas mãos ainda estivessem junto as minhas, o que nós sabemos que não é o caso. Então, não me leva a mal.

Sabe, eu na verdade que ria dizer muitas coisas. Eu queria esclarecer as coisas que não ficaram claras. Eu queria falar as coisas que eu não falei, uma delas é que teus braços foram o melhor travesseiro (risos por isso). Bom, eu também queria dizer, que teu sorriso vem endossando essa história há muito tempo. Porque foi nele que eu encontrei essa coisa que me tira o sossego. Ah, eu também preciso falar do nosso beijo. Sim, é incrivelmente bom. Parece que tudo em nós se encaixa perfeitamente. Talvez seja por isso que tive tanta dificuldade em aceitar não ter você aqui.

Olha, dia 16 de dezembro, era uma sexta-feira. Cara, você pode imaginar isso? Eu guardei uma data. Puts, alguém me leva no médico por favor, tem alguma coisa errada! Confesso que como aquelas malucas de novela sabe? Eu não guardei só a data não. Eu guardei teus dois jeitos de me olhar. Em um deles você me devora sempre e no outro me abraça, quase que involuntariamente.  Ainda preciso confessar, que me lembro do jeito que me abraça, assim como quem vai cobrir alguém.

Mas o que é isso? O que eu estou fazendo? Hoje eu nem escolhi você. Hoje você nem estava nos planos. Como é que invadiu minha história outra vez? Alguém ai, por favor, me acorda. Eu só posso estar sonhando. É possível amar alguém assim?

Alguém ai, me acorda por favor. Me diz que ele vai voltar e que não vou precisar outras trilhas tomar. Alguém ai, me acorda!

thamires-benetorio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thamires Benetório

Tags

, , , , , , , , , ,