Me desculpe se você era  o cara certo, mas te afastei com as minhas concepções erradas e sendo assim eu te perdi.
Me desculpe por todas as coisas que deixei de fazer por você, por todas elas, pelas coisas que estavam ao meu alcance ou não, pela rua que deixei de atravessar para te alcançar ou a montanha que eu deveria ter movido para te abraçar quando precisou de mim.
Me desculpe pela falta de toque, por não ter passado meus dedos o suficiente em seu rosto, por não ter sentido a eletricidade da sua pele na minha, por não ter ultrapassado barreiras para estar ao seu lado quando você se sentia sozinho, me desculpe por não ter falado as palavras certas nas horas certas, sendo que nem mesmo as erradas eu pronunciei, eu guardei tudo aqui no peito, deixei engasgado na garganta e agora vai ficar entalado para sempre como um grito que nunca tem forças pra sair.

captura-de-tela-2016-03-18-acc80s-23-14-38
Me desculpe por não ter sido suficiente quando você ansiava a minha mão para entrelaçar na sua, se não passei segurança pro seu olhar inseguro, se não me destaquei além de suas esperanças no seu mundo ingrato, quando ingratidão foi tudo o que te dei ao me abstrair do seus sentimentos.
Me desculpe se não fiz parte da sua vida quando você claramente deixou todas as portas abertas e eu não fiz questão de entrar, se eu não desejei fazer parte dela enquanto você me contava toda a sua história, todos os seus planos com a esperança de me incluir neles, enquanto me contava cada pequeno detalhe que te fazem ser você, justo você! O cara certo que deixei passar…
Me desculpe por ter sido covarde e mesmo que silenciosamente te fiz pagar pelo erro dos “amores” anteriores, te deixei definhar em minha falta, pelo erro dos meus excessos que antecederam você, por ter feito de você um mártir das decepções que já tive e te deixei escondido num cantinho remoto do meu coração onde a qualquer momento eu pudesse te eliminar facilmente.
Me desculpe se não soube  me entregar só porque tive medo de te amar e tudo o que restou para ser sentido agora, é o cheiro do teu perfume que ficou na minha roupa que sempre me fará recordar do teu abraço de adeus.

MARCINHA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Marcinha Rocha