02/02/2017

Será que…

O que será que ele está pensando? As minhas mãos estão tremulas, tenho frio na barriga e todas as canções românticas parecem mais bonitas. Aliás, essas canções parecem ter poesia agora, até mesmo essas banais que são vendas de cerveja garantida. Eu me perfumei, não como todos os dias, hoje eu me perfumei com carinho. Só consigo pensar em nós, no que somos, no que seremos, no que podemos ser, e também no que não devemos ser.

Mas o que será que ele está pensando? Será que está lembrando do nosso primeiro beijo? Eu decorei a data, e se fechar os olhos consigo lembrar claramente aquela sexta-feira 16 de dezembro. Não é atoa que sempre gostei deste mês. Dezembro é o fechamento de um ciclo e todas as vezes que fechamos um ciclo, renovamos nossas forças. Mas do que é que estou falando? Minhas mãos agora já estão geladas, ele vai chegar daqui a pouco.

Será que ele sabe que meu coração gela, dispara, aliás, capota só de imaginar que ele está vindo. Ele está vindo ao meu encontro. Será, que ele consegue entender, quando digo que tenho deixado um “não” por todos os lados, porque escolhi deixar meu “sim” com ele?

Ah, como eu sou boba. Ele nem deve estar pensando em nada. Pelo horário já era pra ter chegado. O que está fazendo que não acelera logo pra cá? Será que encontrou com alguns amigos e parou pra conversar e perdeu o horário?  Bom, se foi isso daqui a pouco vai me ligar dizendo que não vem mais. Se ele fizer isso, eu juro, nunca mais atendo nenhuma ligação, eu desapareço e ele tá livre pra encontrar todos os amigos que quiser.

Pensando bem, sou bem boba, tenho que esperar. Poxa ele tá longe também né?! Tenho que ter paciência. Mas eu sinto meus braços terem movimentos quase que involuntários. Meu Deus, eu estou louca para abraça-lo. Louca para que ele seja só meu, em mundo só nosso. Tá bom, nem tanto. Daqui a pouco vão dizer que estou paranoica. Ai, minhas mãos continuam geladas e quando penso que ele está chegando, sinto aquele frio na barriga.

captura-de-tela-2016-03-18-acc80s-23-14-38

Que droga, já era para ele estar aqui. Será que encontrou alguma amiguinha? Deixa eu olhar no face, se tiver check in em algum lugar, ah eu juro que… esquece, não tem nada no face. Será que ele teve um chamado de última hora no trabalho? Não, se fosse isso ele iria me mandar uma mensagem. Já sei, deve ter pego trânsito, esse horário é mesmo meio complicado.

Outro dia enquanto conversávamos ele demorou mesmo pra responder, mas depois explicou que estava na rodovia. Deus me livre se machucar por minha causa, não quero isso. Melhor eu nem ligar então. Mas que dá vontade de ligar dá. Só que eu não estou desesperada para ele chegar, então eu vou deitar aqui, relaxar e ficar de boa. Não dá nada também se ele não vier, simplesmente vai estar colocando ponto final em tudo, só isso.

Só acho engraçado que depois de tudo coloque um ponto final na nossa história com tanta facilidade. Nem faz questão de me ouvir. Com certeza não quer olhar em meus olhos, ele sabe que falo tudo com o olhar e com certeza está com medo de ouvir verdades. Mas tudo bem, eu não fujo de nada, se for preciso eu mando uma carta, mando e-mail, mando cem mensagens inbox e tudo mais. Eu não sou mulher de meias verdades e ele sabe disso.

Sabe, eu acho engraçado que…

Ai meu celular tocou. Pronto, é ele, vamos ver que desculpinha vai me dar…

-Oi

-Sai, eu tô na porta.

-Tô indo amor.

Foi assim, que seu coração capotou e ao cair em seus braços, soube reconhecer pela primeira vez, que estava apaixonada e que tinha sim, borboletas no estômago por ele.

unnamed-1

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thamires Benetório