Na tentativa de “analisar” meus relacionamentos passados e até mesmo os das pessoas que me cercam, acabo percebendo o quanto um namoro pode mudar a gente. Não, não é só sobre se tornar uma pessoa maior – como deveria ser. Alguns deles chegam para nos fazer parar ou andar para trás mesmo, e o pior é que sequer notamos enquanto estamos vivendo-o. Entramos num relacionamento, miramos no crescimento e acertamos muitas vezes o automático. Nosso relógio não para, a vida nos cobra, precisamos estudar, trabalhar, construir uma vida confortável, conhecer todos os lugares que desejamos, lutar pelas realizações dos nossos sonhos, equilibrar o tempo entre a correria diária e o bom e velho encontro com os amigos e com a família. Ufa! E todas as vezes que eu quiser arriscar dar todos esses passos ao lado de alguém, preciso que nesse mesmo tempo caiba essa pessoa.

A missão não só parece difícil como é e muito, mas quando queremos dividir isso com outra pessoa, respiramos fundo, damos as mãos e seguimos em frente, os obstáculos ultrapassaremos, custe o que custar. Esperamos que seja assim, afinal, estar com alguém é muito mais que ter a quem beijar todos os dias, ter com quem transar sempre e ter um nome ao lado do teu status de relacionamento no facebook; estar com alguém é ter uma pessoa para andar perto, acompanhar os passos, vibrar com as conquistas, não deixar desanimar nas derrotas, é sobre você realmente saber que tem alguém contigo nos bons e maus momentos e saber que essa mesma pessoa é quem você pode beijar, transar, dormir junto, é com quem você sonha em montar uma família, viajar o mundo, compartilhar os sonhos e tudo mais sabendo que no meio desse mundo que vocês construíram, ainda existem as particularidades.

Fique com alguém que entenda seu foco nos estudos e no trabalho, alguém que aceite que não é a chave dos seus sonhos e das suas conquistas, que não é o centro das suas decisões, alguém que te estimule a fazer mais por si, que te motive a seguir os caminhos por onde você quer caminhar, mas por um motivo ou outro sente receio. Fique com alguém que não te afaste dos teus amigos, que confie em você, alguém que te faça sorrir involuntariamente ao enxergar aquela foto na estante da sala. Fique com a pessoa que te traz paz, te entenda e demonstre a felicidade de te ver crescer. Fique com alguém que te assuma por amor e não por vaidade. Nunca deixe que tentem te fazer para a vida e regredir porque você não pode isso ou aquilo. Você pode tudo! Fique com alguém que voe com você e não com quem te prenda.

Thais

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Sobre Jornalismo de Boteco

Paulinho Rahs Escritor, compositor, poeta solitário, vocalista da Arcadia e criador do Jornalismo de Boteco. Entusiasta, subversivo e magnânimo, contém na lista de vícios café, cerveja, o Foo Fighters e o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. https://www.facebook.com/PaulinhoRahsOficial/

CATEGORIA

Thais Oliveira

Tags

,