16/01/2017

Sobre o fim

O fim sempre deixa um gosto amargo, uma sensação de incompetência. Dói ter que admitir que todos os planos, tudo que foi conversado, imaginado e prometido, não vai se cumprir. Difícil pensar que aquela que foi a ‘sua’ pessoa, vai ser o amor de um outro alguém.

Não tem como remediar um final, toda tristeza tem que ser sentida. E você vai sentir, vai se arrepender de ter começado, das coisas boas que fez, de todas as vezes que disse um eu te amo. Mas sabe de uma coisa boa? Isso machuca muito, mas passa!

Sim, você sempre sobrevive aos finais. Depois de digerir as magoas, de superar o luto, a gente volta a florir. Não é nada planejado, simplesmente você se pega sorrindo de alguma bobagem, sente aquela vontade de por uma roupa mais bonita pra ir na rua, são pequenos detalhes, mas quando essas coisas acontecem você percebe que enfim superou.

Sobre o fim o que tenho a dizer, é que ele é sempre um recomeço.

15050243_1252964924774463_290830664_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Victor Érik