É meio obvio, não é?! Mas já tem gente vindo armada com a frase: todo mundo já traiu ou foi traído, se não, ainda será ou assim fará. Eu fico realmente tentada a concordar, mas algo me impede. Não estou aqui para ser juíza, mas transformar a traição em uma coisa tão banal quanto tenho visto é algo que me incomoda muito.

Não, eu nunca traí ou fui traída, não estou revoltada ou curtindo nenhuma dor de cotovelo e talvez você pense que isso não me qualifique a lhe falar sobre o assunto. Tendo em vista de que nunca tive um relacionamento sério, você logo descartaria a minha opinião, afinal, o que eu sei sobre um relacionamento a dois? Só quem está ali para saber como é, não é?! Mas eu acredito fazer parte de um grupo, hoje limitado, que prefere estar sozinho a enganar alguém.

Nunca passei por uma situação de traição, nunca estive ali no papel principal desta trama, mas estive nos bastidores, estive bem perto dos protagonistas, sei o quanto dói e o quanto destrói os dois envolvidos, sei o quanto transforma um sentimento tão bonito em magoa e trauma para quem o viveu.

Se você está traindo ou já traiu, não vou te julgar, mas lhe garanto que cometeu um erro muito maior do que seus amiguinhos lhe deixam parecer. Sabe o que mais ouvi/ouço de quem traí/traiu quando eu lhes pergunto o porquê de não se separarem?

“Mas eu amo ela/e.”

E aí está o pior erro. Algo está muito errado nesta frase. De duas, uma: ou o autor dela está totalmente equivocado ou está correndo um sério risco de perder quem ele ama.

Tem quem diga que o que olhos não veem, o coração não sente. Mas tenho outro ditado para você: a verdade sempre vem à tona. Pode não ser agora. Pode ser daqui alguns anos quando você até já se esqueceu daquilo. Pode ser na melhor fase do relacionamento, pode ser o estopim de uma crise ou o agravamento dela. A verdade virá, e se por um milagre não vir, a culpa lhe fará as honras da casa…

Quando questiono sobre o que ele/a fará quando for pego/a, ai me vem outra frase linda do dito cujo: Mas se ela/e me ama mesmo, vai me perdoar.

Quem ama perdoa, não é mesmo?! Ah, como o amor é lindo, meus queridos! Glória, glória ao Senhor. O maior ato de amor não seria justamente o perdão? Nem preciso dizer que, na teoria, isso é realmente lindo, tão bonito quanto dizer que quem ama não traí, mas, na prática, você corre o sério risco de levar um pé na bunda e chorar noites e mais noites no bar se lembrando do idiota que foi enquanto o outro partirá para outra, talvez encontre alguém que ele nem ame tanto, mas que o respeita o suficiente para não trai-lo. E se isso acontecer, não é porque o outro não te amava, mas porque Deus ensinou a amar o próximo como a si mesmo e não mais que a si mesmo, o amor próprio vai te colocar pra fora do coração na marra, você terá o perdão com o tempo, mas vai perder quem você diz amar. Claro que existe a outra opção.

Sabe o que acontecerá caso o outro te perdoe? A pior crise de relacionamento que você viveu ou viverá e, acredite, isso não é prova de amor. O outro se esforçará para lhe dar o perdão, mas vai lembrar disso em cada atitude sua desesperada em tentar remediar a situação, vai lembrar de todos os seus erros desde o início da relação, vai te colocar a culpa quando você nada tiver feito e você sempre estará errado. Além do mais, com essa atitude, você nada mais fez do que desvalorizar a pessoa que você ama e a relação dos dois, a insegurança vai bater nos dois, você terá medo que o outro se vingue dando o troco na mesma moeda e você deve ser inteligente o suficiente para saber que isso não tem absolutamente nada a ver com o amor.

Se você tem filho, será ainda pior. Nunca mais será olhado por ele com o mesmo respeito de antes e talvez ele já tome isso como exemplo para ferir e ser ferido por quem ama, tenho certeza que não quer se sentir culpado pelos erros e crises dele, mesmo anos depois. Aliás, acostume-se com esse sentimento horrível de culpa, ele vai lhe assaltar nos momentos mais felizes com a pessoa que está do seu lado, vai te fazer sentir que é um péssimo ser humano, vai diminuir as suas vitórias.

captura-de-tela-2016-03-18-acc80s-23-14-38

Você pode até dizer que foi só um erro. Não vai acontecer de novo. Pode me dizer que o momento lhe levou àquilo. Ou, pior, tem o grupo que se justifica no “erro” do parceiro: ela só anda com lingerie furada; Ele não estava dando conta do recado. Sério mesmo que você acha sua atitude justificável? Gente, se você não consegue ter uma conversa com seu parceiro sobre algo que lhe incomoda, ou talvez tenha dito e não resolveu, terminar é uma solução muito melhor do que enganar. Posso estar dando um tapa na cara pela sua atitude, mas é a mais pura verdade.

Trair é uma atitude egoísta e covarde. Eu até já ouvi gente falando que depois que superou a traição, a relação até ficou melhor e eu admiro muito quem assim o fez, mas você quer mesmo correr esse risco? Se você realmente ama essa pessoa com quem se comprometeu, quer mesmo engana-la? Quer mesmo feri-la e abalar a sua autoestima? Quer diminuir o seu valor perante ela? Que desvaloriza-la diante dos outros? Quer correr o risco de perde-la ou de ela nunca mais voltar a ser a pessoa por quem se apaixonou? Quem traí perde o amor, mesmo que por um momento. Perde uma parte do outro que nunca mais voltará: a confiança.

Agora, no caso de você gostar da pessoa com quem se comprometeu, mas nem tanto, o meu conselho para você é que não engane alguém com quem teve/tem uma história, não estrague algo que já foi bonito um dia, não deixe marcas desnecessárias em alguém que merece amar e ser amado sem medo, apenas termine e tenha coragem de recomeçar sem deixar magoas ainda maiores. Ter sido traído também não justifica sua atitude, só denuncia a tua imaturidade e insegurança.

Você pode estar pensando que faço drama por algo pequeno. Ah, o outro vai superar, não fiz nada demais, isso acontece com todo mundo. Foi só uma traição, não sou culpado pelo outro ser como é hoje, ele que não sabe superar as coisas… Você realmente se convenceu? A culpa virá, mesmo que ela não seja totalmente sua.

Se você traí ou traiu, pare agora. Está mais do que claro que esse não é um erro pequeno, não é algo banal. Quem ama perdoa, mas pode seguir em frente sem você. Quem tem um mínimo de empatia e respeito por quem gosta, não mente, não engana, não omite e não traí.

15058649_1252964888107800_1462595490_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Thamires Alves