19/12/2016

Enquanto

Enquanto eu te esquecia
algumas músicas me davam um nó na garganta,
e eu, feito criança, me achava dependente de você.
Enquanto eu te esquecia
e te encontrava na rua por acaso,
sentia raiva do descaso que tratou o meu querer.
Enquanto eu te esquecia,
cada dia eu sentia um pouco a tua falta
e pensava que isso não acabaria.
Mas, de repente, por algum descuido,
me peguei cantando alguma poesia
e fazendo novos planos pra os meus dias.
E quando eu te esqueci
foi como se nunca tivesse existido, não deixou vestígio.
Te ver ou ouvir aquela música, já não mexe comigo.
Foi tão fácil te esquecer, que o difícil é acreditar
que um dia já foi mais que um conhecido.

15050243_1252964924774463_290830664_n

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Victor Érik