A vida é um sopro já disse Oscar Niemeyer. Enquanto no rádio toca “Blowin’ In The Wind” do Bob Dylan, esboço um sorriso por essa paz inesperada que sinto. Meu irmão dorme ao meu lado, meus pais dirigem e todos parecem calmos e felizes na curta viagem até a casa dos meus avós.

Gravo cada detalhe dessa cena, pois é uma ótima memória para lembrar da minha família. Agradeço baixinho aos céus por viver momentos como esse e espero que a paz dure um pouquinho mais.

Eu ainda não sei se estou no caminho certo e o que realmente quero pra minha vida, ainda assim busco algo que me complete e não apenas o dinheiro. Deixo que a realização profissional seja companheira das minhas conquistas pessoais e não atue como protagonista nos meus dias.

Que eu nunca perca a oportunidade de dizer “eu te amo”, “obrigada”, “desculpas” e outras frases similares, assim como não quero perder a chance de ficar ao lado daqueles que me fazem bem. Pois, o orgulho não me leva a lugar nenhum enquanto as palavras gentis provocam sorrisos e, confesso, que não sou muito fã das lágrimas.

captura-de-tela-2016-03-18-acc80s-23-14-38

Quero colecionar memórias do que eu vivi, sorrisos que compartilhei, abraços que se tornaram meu lar, beijos que me aqueceram, carinhos que me confortam, conversas que ajudaram no meu amadurecimento e histórias que ainda escrevo no meu livro.

Talvez essa visão da vida seja lúdica ou, até mesmo, ingênua. Eu ainda não sei. No entanto, eu não preciso seguir os demais e seguir uma rotina automática que me impuseram. Deixe que eu sonhe o mais alto possível e viva aquilo que me faz bem.

Eu sei que posso ter alguns arrependimentos ao longo do caminho, o “e se” pode me atormentar algumas vezes. Ainda assim, eu espero que esses sejam a minoria quando eu partir. Não sei se terei tempo para concretizar todos os meus sonhos, pois um sonhador nunca para de querer algo, mas que eu me sinta realizada ao fim de tudo.

Quando a última linha for escrita, algo que eu nunca saberei quando, que seja permitido ver um breve filme do que vivi com a presença daqueles que eu amo e que estiveram meu lado. Pois, uma grande marca alcançada é ser a lembrança eterna nos corações daqueles que você pôde tocar ao longo do seu livro chamado Vida.

mika

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

CATEGORIA

Mikaele Tavares